cruzeiro, claudinho,

Desde que deixou a cidade de Lupércio, no interior de São Paulo, Claudinho conquistou vitórias em sua recente trajetória como jogador de futebol. Passou pelo Noroeste levado por um treinador, depois chegou a outro clube paulista, a Ferroviária, e agora ganha a maior oportunidade da carreira no Cruzeiro.

Com apenas 19 anos o jogador admitiu que teve aquele "frio na espinha" quando deixou São Paulo para vir a Belo Horizonte. 

"Até me assustei, tava com certo medo (do momento da chegada) (...) Vim de uma cidadezinha chamada Lupercio, no interiorzinho de São Paulo, fica próxima de Marília. As coias lá não eram muito fáceis. É difícil acreditar de um jogador que vem de uma cidade pequena. Lá eu não tinha muito suporte, mas conheci um treinador, ele me levou para o Noroeste, e de lá minha vida encaminhou tudo certo", disse Claudinho.

O novo contratado da Raposa não vê a hora de engatar uma sequência de treinos e de entrar em campo com a camisa do Cruzeiro. 

"Ansioso demais, já não dormi bem, pois estou louco para treinar, pisar em campo para tirar essa ansiedade de uma vez, e depois só focar na estreia", contou.

Desde que teve o seu nome citado como possível contratação do clube o jogador sentiu o carinho da torcida. E esse sentimento aumentou quando o Cruzeiro oficializou sua contratação. 

"Recebi muitas mensagens, recebi o carinho. A torcida é boa demais, interagiu bastante comigo, e isso vai ajudar demais, me dará mais força", comenta.