O Campeonato Mineiro começa apenas no último dia de janeiro, mas os clubes do interior já iniciam a pré-temporada para brigar de frente com América, Atlético e Cruzeiro. Com tempo para ganhar entrosamento, os “pequenos” tentam diminuir a disparidade técnica em relação aos clubes da capital.

Vice-campeã deste ano, a Caldense pensa em repetir a grande campanha e, quem sabe, conquistar o caneco, como fez em 2002. Na última terça-feira, a diretoria da Veterana apresentou os nove integrantes da comissão técnica e os 24 atletas contratados.

“O ano de 2015 foi muito bom para nós, muito produtivo, e queremos dar continuidade em 2016. As contratações foram pontuais e com certeza todos os escolhidos irão atender às necessidades do clube”, comenta o vice-presidente Franco Martins.

Ainda em ritmo de festa pela conquista do acesso à Série B do Brasileirão, o Tupi voltará às atividades apenas no dia 15. A apresentação do grupo está marcada para às 9h, no estádio Mário Helênio. Com isso, o técnico Júnior Lopes terá um mês e meio de trabalho antes da estreia na competição, contra o América.

Grande favorito ao título de campeão do interior, o Galo Carijó investiu até o momento cerca de R$ 100 mil na montagem do time.

O Tombense, quarto colocado em 2015, corre para deixar pronto o centro de treinamentos (CT) do clube. Um dos três campos, inclusive, já foi entregue. O gramado do estádio Almeidão, onde manda seus jogos, também foi trocado e em 45 dias deve estar apto a receber treinos e partidas.

Sobre contratações, envolvendo inclusive uma nova comissão técnica, a diretoria deverá anunciá-las nesta semana.

Rebaixado

Representante de Varginha, o Boa Esporte está de férias e ainda tenta digerir o rebaixamento para a Série C do Brasileiro. O clube ainda não anunciou reforços e deve voltar às atividades apenas em janeiro.

Em Nova Lima, o Villa Nova tenta driblar as dificuldades financeiras e promete fazer um grande campeonato. Com ajuda de parceiros e tendo o atacante Fábio Jr. também como manager, o Leão apresentou 23 atletas e já iniciou os treinos, comandados pelo técnico carioca Lucho Nizzo.

O Guarani, 10ª colocação em 2015, anunciou 17 jogadores na última semana. Os atletas fizeram os exames físicos e já trabalham com bola. A expectativa da diretoria é anunciar outras contratações em breve.

Pelos lados de Patos de Minas, a URT iniciou ontem os trabalhos em campo e até agora confirmou 12 contratações para o Mineiro. Outros cinco atletas já acertaram com o clube, faltando apenas as assinaturas.

Donos do acesso

Campeão do Módulo II, o Uberlândia quer se firmar de vez na elite do futebol mineiro. O clube, que será comandado por Alexandre Barroso, manteve apenas quatro atletas e foi às compras.

Uma das novidades é a contratação do zagueiro Marco Tiago, que disputou o Estadual deste ano pelo Villa Nova. Apesar de já treinar em dois períodos, a apresentação oficial acontecerá no dia 15.

Numa parceria com a Universidade do Futebol, o clube do Triângulo Mineiro dará atenção especial às categorias de base. “Nosso objetivo é profissionalizar ainda mais o futebol e já no Mineiro do ano que vem conquistar as vagas no Brasileiro da Série D e na Copa do Brasil”, disse Carlos Augusto Braga, presidente do alviverde.

O outro clube que vem do Módulo II é de Três Corações, no Sul de Minas. O Tricordiano, que será comandado por Ney da Matta, anunciou nomes pouco conhecidos. Hoje, a prioridade do clube é deixar o estádio Elias Arbex pronto para a disputa. Obras emergenciais estão sendo feitas no local.