O Campeonato Brasileiro seguirá sem a presença de público. Nesta quarta-feira (8), uma reunião entre presidentes de 19 clubes que disputam a Série A e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), definiu que a retomada das torcidas nos estádios só ocorrerá quando todas as prefeituras das cidades com times na disputa autorizarem.

A informação foi publicada pelo presidente do Atlético-GO, Adson Batista, nas redes sociais. (Veja abaixo)

A decisão foi unânime. O único clube a não mandar representantes à reunião foi o Flamengo. O clube carioca, inclusive, conseguiu uma liminar via Superior Tribunal de Justiça (STJD) que o autoriza a atuar com público, o que ainda não ocorreu. De acordo com o ge.globo, o STJD tenta cassar a liminar.

Uma nova reunião para tratar sobre o tema foi marcada para o dia 28 de setembro.

Clubes mineiros

Em Minas Gerais, Cruzeiro e Atlético conseguiram decisão similar à do Flamengo, mas apenas a Raposa optou por voltar a atuar com torcida pelo Brasileiro, recebendo os cruzeirenses no duelo com o Confiança-SE, pela 20ª rodada da Série B.

O Atlético teve público no duelo com o River Plate, da Argentina, no jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores.

Após as duas partidas, realizadas nos dias 18 e 20 de agosto, respectivamente, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), proibiu novamente a presença dos torcedores nos estádios da capital mineira.

Na ocasião, o chefe do Executivo municipal citou os vários flagrantes de descumprimento dos protocolos nos dois jogos, para justificar a medida.

Tal decisão fez com que o clube estrelado transferisse o duelo com a Ponte Preta, neste sábado (11), às 11h, pela 23ª rodada da Segunda Divisão, para Sete Lagoas, praça que permite a presença de espectadores neste tipo de evento.

Ainda sobre a capital mineira, uma reunião entre Kalil e representantes de América, Atlético e Cruzeiro, marcada para esta quinta, pode alterar a situação novamente.

O Galo, por sinal, quer atuar diante do seu torcedor no jogo de volta da semifinal da Copa Libertadores, contra o Palmeiras, no dia 28 de setembro. 

Leia mais

Luxemburgo põe em dúvida participação de Moreno contra a Ponte e elogia Thiago, possível substituto

Suspenso nas Eliminatórias, atacante Eduardo Vargas se reapresenta mais cedo ao Galo

Bruno Soares e Jamie Murray alcançam semifinais do US Open