O Prêmio Brasil Olímpico vai consagrar nesta terça-feira, (18), no Rio de Janeiro, os Melhores Atletas do ano. Concorrem ao prêmio Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Ana Sátila (canoagem slalom) e Marta (futebol), no feminino, e Gabriel Medina (surfe), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade) e Pedro Barros (skate), no masculino.

Em sua 20.ª edição, a premiação também anunciará o Atleta da Torcida, que será escolhido em votação pela internet. Na disputa estão Ágatha e Duda (vôlei de praia), Arthur Zanetti (ginástica artística), Bruno Fratus (natação), Bruno Rezende (vôlei), Eduarda Amorim (handebol), Érika Miranda (judô), Gabriel Medina (surfe), Henrique Avancini (ciclismo mountain bike), Letícia Bufoni (skate) e Marta (futebol).

Como os votos dos torcedores fazem a diferença, os atletas procuram fazer campanha nas redes sociais para motivar os fãs. No ano passado, por exemplo, quem venceu foi Caio Bonfim, que fez grande campanha nas redes. E desta vez quem está liderando com uma boa margem de diferença é Henrique Avancini, que teve uma temporada incrível no mountain bike.

"Esse prêmio tem um significado mais do que especial para mim porque diz muito mais sobre o poder da bicicleta do que o reconhecimento de algum título meu em si. A comunidade da bicicleta é muito envolvida, muito apaixonada e fiel, e tem uma razão para isso, que é o poder do instrumento bicicleta e o que isso gera na vida das pessoas", explicou.

"A bicicleta transcende a barreira do esporte. O leque de benefícios é enorme e por isso que as pessoas se identificam tanto com o ciclista. Não sou um atleta muito famoso no Brasil, mas as pessoas que me seguem e me conhecem, sabem os meus princípios, me acompanham com um carinho muito grande. Acredito que seja por isso que essa votação popular tem refletido isso", continuou.

O evento será realizado no Teatro Bradesco, a partir das 20 horas. Antes, o COB lançará o seu Hall da Fama.