Dos 11 pontos somados pelo América na Série B do Brasileiro, oito foram conseguidos longe de casa. Um rendimento como visitante que até seria válido caso a equipe fizesse a sua parte no Independência.

Como não tem sido o caso, a situação se reflete numa preocupante lanterna, da qual a equipe não se livrou mesmo com os dois bons resultados nas últimas rodadas: vitória sobre a Ponte Preta em Campinas e empate sem gols com o Paraná Clube, em Curitiba.

A sequência é o principal incentivo para finalmente, hoje, vencer a primeira diante da torcida. Missão que, no papel, não é das mais simples: o Londrina, adversário às 21h30, pela 15ª rodada, é o terceiro na classificação, a três pontos do líder, Bragantino.

O triunfo inédito como mandante traria, de quebra, a condição de deixar o Z-4, ainda que provisoriamente.

O bom desempenho recente faz com que o técnico Felipe Conceição mantenha a base, com apenas duas mudanças obrigatórias: Ricardo Silva, que recebeu o terceiro cartão amarelo, dá lugar na zaga a Pedrão, emprestado pelo Palmeiras. No ataque Júnior Viçosa deve ganhar nova chance, no lugar de Jonatas Belusso, que deixou o gramado sábado depois de um choque de cabeça.

A diretoria manteve os preços promocionais opara os ingressos e a gratuidade para as primeiras 1.000 mulheres e crianças nos portões 3 e 4. A expectativa é que a reação iniciada semana passada garanta uma presença maior da torcida.

Desfalques

No Tubarão, o principal desfalque é o experiente atacante Dagoberto, ex-Cruzeiro, expulso no empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, no Estádio do Café. Luidy e Paulinho Moccelin são as opções do técnico Alemão para a posição. O volante Germano, que passou pelo Atlético, é outro que cumpre suspensão e fica de fora – França deve ser seu substituto.

Diante dos pontos perdidos em casa e da preocupação em permanecer na zona de acesso à Série A, o time paranaense promete uma postura ofensiva, embora cuidadosa para não dar espaços ao Coelho.

Mais cedo, às 19h15, o Atlético-GO recebe o CRB-AL, num confronto entre duas equipes em posição intermediária, que não querem perder o contato com o G-4.

Para o Coelho, o ‘secador’ começa a valer quinta-feira. A torcida é para que haja vencedor no confronto entre Oeste e Brasil-RS, bem como por um tropeço do Vila

Nova diante do Operário-PR sexta-feira, em Ponta Grossa. O São Bento-SP, primeiro time fora da zona do rebaixamento, com 13 pontos, encara o Cuiabá sábado, na Arena Pantanal.

AMÉRICA x LONDRINA

Campeonato Brasileiro: 15ª rodada

América

Jori; Diogo Ferreira, Paulão, Pedrão e João Paulo; William Maranhão, Juninho, Zé Ricardo e Matheusinho; Felipe Azevedo e Júnior Viçosa
Técnico: Felipe Conceição

Londrina

Matheus Albino; Raí Ramos, Marcondes, Augusto e Breno; França, Anderson Leite (Denner) e Higor Leite; Paulinho Moccelin (Luidy), Safira e Anderson Oliveira. Técnico: Alemão

Horário: 21h30

Estádio: Independência

Arbitragem: Pathrice Wallace Corrêa Maia, auxiliado por Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Thiago Rosa (todos do Rio).

TV: Premiere