Cruzeiro

O ciclo de Mozart no Cruzeiro se encerrou nesta sexta-feira (30). O empate em 2 a 2 com o Londrina foi o último capítulo de uma trajetória recheada de fracassos na Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador, segundo a diretoria celeste, pediu demissão.

“Ele (Mozart) optou pelo pedido de demissão, para que tenhamos outro caminho e a busca de outro profissional. Obrigado, me desculpem, um abraço”, afirmou o diretor de futebol do clube, Rodrigo Pastana.

Com Mozart tendo pedido demissão, o Cruzeiro pode contratar outro treinador para o prosseguimento da competição nacional. O nome de Vanderlei Luxemburgo volta a ganhar força nos bastidores.

No Cruzeiro, Mozart teve somente 33,3% de aproveitamento. Ele deixa a Toca com duas vitórias, sobre Ponte Preta e Vasco, sete empates, com Goiás, Guarani, Brasil de Pelotas, Coritiba, Botafogo, Vila Nova-GO e Londrina, e quatro derrotas, para Operário-PR, CSA, Avaí e Remo.

Recentemente, o técnico havia dito que não pediria demissão e que continuaria fazendo o melhor em prol da Raposa. Nesta sexta, pelo que Pastana anunciou, essa opinião mudou. E agora o clube celeste busca outro treinador que possa tirar o time do buraco.