A edição de 2020 da Copa do Brasil só terá seu campeão conhecido no próximo domingo (7), quando Palmeiras e Grêmio fazem o jogo de volta da decisão às 18h, no Allianz Parque, em São Paulo, com os palmeirenses carregando a vantagem de terem vencido a ida, em Porto Alegre, no último domingo (28), por 1 a 0.

Apenas três dias depois começará a competição de 2021, que terá o sorteio dos 40 jogos da primeira fase nesta terça-feira (2), às 15h, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro.

Taça Cooa do Brasil 2020Disputado por Palmeiras e Grêmio, o título da Copa do Brasil de 2020 valerá R$ 54 milhões ao seu campeão 

O fato de a edição 2021 encavalar com a de 2020, o que nunca aconteceu na história da Copa do Brasil, disputada desde 1989, é fruto da pandemia pelo novo coronavírus.

Cinco clubes mineiros estarão ligados no sorteio desta terça-feira, pois conhecerão seus adversários na primeira fase. São eles: Tombense (vice-campeão mineiro de 2020), América (3º colocado), Caldense (4º colocado), Uberlândia (campeão do Troféu Inconfidência) e Cruzeiro (10º colocado no ranking da CBF).

Formato

A primeira fase é disputada em jogo único, na casa do time de pior colocação no ranking da CBF e com o visitante jogando pelo empate. As partidas serão nas semanas de 10 e 17 de março.

Na segunda fase, o mandante será decidido de acordo com o posicionamento dos clubes no chaveamento que será formado a partir do sorteio desta terça-feira.

A etapa também será em jogo único, na semana de 7 de abril. Em caso de empate, os pênaltis apontarão o classificado à terceira fase, que será jogada apenas na primeira quinzena de junho.

O Atlético é o sexto mineiro, mas só entra no torneio na terceira fase, pois disputará a Copa Libertadores.

A edição deste ano tem outra novidade importante, pois ela perde uma fase, a quarta, o que provocará a entrada prematura dos clubes que disputam a Libertadores (Atlético, Flamengo, Internacional, São Paulo, Fluminense, Palmeiras, Grêmio e Santos), dos campeões da Série B (Chapecoense), Copa do Nordeste (Ceará) e Copa Verde (Brasiliense) e do nono colocado da última Série A (Athletico-PR).

Essas 12 equipes, que pelo formato utilizado até o ano passado entrariam na disputa apenas nas oitavas de final, já começam a brigar pelas cotas milionárias do segundo torneio nacional de clubes na terceira fase. Com isso, a competição terá duas datas a menos, mas um aumento no número de participantes, que passa de 91 para 92.

Cotas

Além do tamanho da conquista e da vaga direta na fase de grupos da Libertadores ao seu campeão, a Copa do Brasil se tornou ainda mais atrativa para os clubes a partir de 2018 com as novas cotas que o torneio paga aos seus participantes.

No próximo domingo, por exemplo, Palmeiras e Grêmio estarão brigando por uma premiação de R$ 54 milhões, que é o valor destinado ao vencedor da edição de 2020. O vice fica com R$ 22 milhões.

Os dois clubes, que já entraram na disputa nas oitavas de final, pois jogaram a última Libertadores, já faturaram R$ 12,9 milhões.

Quem levantar a taça no Allianz Parque terá um acumulado de R$ 66,9 milhões, quase a cota de TV recebida por um clube como o Grêmio, por exemplo, na Série A do Brasileirão, isso sem contar a premiação pela colocação final.

Sensação da Copa do Brasil de 2020, quando foi semifinalista, caindo diante do Palmeiras, o América é um exemplo do que as cotas do torneio podem provocar.

O clube, que recebeu menos de R$ 7 milhões da televisão na Série B, faturou no outro torneio nacional R$ 17,6 milhões, três vezes mais que os R$ 5,7 milhões que tinha previsto para seu orçamento na última temporada.

As cotas de 2021 ainda não foram divulgadas pela CBF, mas não deve ser muito diferentes dos valores pagos na última edição.

Confira os times em cada um dos potes para o sorteio:

POTE A: América, Atlético-GO, Bahia, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Fortaleza, Goiás, Sport e Vasco
POTE B: Avaí, Coritiba, CRB, CSA, Cuiabá, Juventude, Paraná, Ponte Preta, Red Bull Bragantino e Vitória
POTE C: Confiança, Criciúma, Figueirense, Luverdense, Operário-PR, Paysandu, Remo, Sampaio Corrêa, Santa Cruz e Vila Nova
POTE D: ABC, América-RN, Atlético-AC, Brusque, Ferroviário, Joinville, Salgueiro, Tombense, Volta Redonda e Ypiranga-RS
POTE E: Boavista, Caldense, Campinense, Caxias, Fast ou Manaus, Galvez, Juazeirense, Moto Club, São Raimundo-RR e Treze
POTE F: Águia Negra, Cianorte, Gama, Guarany de Sobral, Mirassol, Murici, Palmas, Sergipe, União Rondonópolis e Ypiranga-AP
POTE G: 4 de Julho, Atlético de Alagoinhas, Esportivo ou Santa Cruz-RS, FC Cascavel, Goianésia, Juventude-MA, Madureira, Marília, Rio Branco-ES e Uberlândia
POTE H: Castanhal (PA), Esportivo ou Santa Cruz-RS, Jaraguá-GO, Nova Mutum (MT), Penarol ou São Raimundo-AM, Picos, Porto Velho, Real Brasília, Retrô e Rio Branco VN (ES)

As datas da competição

Primeira fase: 10 e 17 de março
Segunda fase: 7 de abril
Terceira fase: 2 e 9 de junho
Oitavas: 28 de julho e 4 de agosto
Quartas: 25 de agosto e 1º de setembro
Semifinais: 8 e 15 de setembro
Final: 20 e 27 de outubro