Para o duelo decisivo com a Ponte Preta, nesta terça-feira (22), às 21h30, no Independência, o América  vai poder contar com seis jogadores que não atuaram no confronto de ida, que terminou empatado em 2 a 2, em Campinas.

O destaque fica por conta da dupla de zaga formada por Messias e Eduardo Bauermann, que ficaram de fora do confronto do Moisés Lucarelli por terem sido diagnosticados com a Covid-19.

Nesta segunda, o Coelho atualizou a situação dos zagueiros e revelou que ambos testaram negativo para a doença e estão liberados para a partida.

O lateral-direito Daniel Borges, recuperado de dores no joelho direito, ficou no banco no confronto no Moisés Lucarelli.

Na derrota por 1 a 0 para o Figueirense, Daniel iniciou jogando e deverá ser mantido entre os titulares na partida desta terça.

O meia Geovane, que ficou de fora da equipe por algumas semanas, em função de um problema muscular na coxa direita, foi opção no banco de reservas diante do Figueira, mas não foi acionado por Lisca durante o jogo. Diante da Ponte, novamente deverá figurar entre os suplentes.

Mais reforços

Já o meia-atacante Guilherme foi poupado dos dois últimos jogos do Coelho, em razão de um incômodo na coxa direita, e a expectativa é de que também seja relacionado para o confronto no Horto.

O atacante Ademir, que passou um longo período afastado dos gramados para tratar uma lesão muscular na coxa esquerda, retornou contra o time catarinense e atuou durante alguns minutos no segundo tempo da partida.

O volante Zé Ricardo atuou no jogo de ida, mas cumpriu suspensão na Série B pelo terceiro cartão amarelo. Nesta terça, deverá formar o meio de campo ao lado de Juninho e Alê.

Para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil e faturar R$2,6 milhões em premiação, basta ao América uma vitória simples.

Em caso de novo empate, a decisão do classificado à próxima fase vai ser decidida nos pênaltis.