Antes questionados, os atacantes do Cruzeiro se tornaram decisivos na Era Vanderlei Luxemburgo na Série B do Campeonato Brasileiro. E é querendo aproveitar novamente a boa fase dos homens de frente que a Raposa vai em busca de mais um resultado positivo nesta quinta-feira (16), às 19h, contra o Operário-PR, na Arena do Jacaré, pela 24ª rodada da competição.

Dos nove gols marcados pelo time celeste em oito partidas disputadas com Luxa, sete foram anotados por avantes de ofício. Os artilheiros nesse período são Thiago e Marcelo Moreno, com dois, cada. Bruno José, Rafael Sóbis e Felipe Augusto computam uma bola na rede, cada.

Os outros dois tentos tiveram autoria de uma meia, no caso Giovanni, que atua bem próximo da última linha celeste e por vezes desempenha o papel de atacante. Ou seja, pode-se dizer que todos os gols do time de Luxemburgo tiveram a marca de atletas com características ofensivas.

É verdade que o desempenho neste quesito poderia ser melhor (a média é de pouco mais de um gol por jogo). No entanto, os números apresentados pelo setor – somados à consistência defensiva – foram fundamentais para a construção da série de dez partidas consecutivas de invencibilidade (oito com Luxa à frente).

O Cruzeiro vem de triunfos sobre Brusque (2 x 1), Náutico (1 x 0), Confiança (1 x 0) e Ponte Preta (1 x 0) e empates com Vila Nova-GO (0 x 0), Londrina (2 x 2), Vitória (2 x 2), Sampaio Corrêa (1 x 1), CRB (0 x 0) e Goiás (1 x 1). 

Com 66,67% de aproveitamento na gestão Luxemburgo, a Raposa tenta manter o embalo para melhorar ainda mais esse rendimento percentual, subir mais alguns degraus na classificação – os celestes ocupam o 13° lugar, com 29 pontos – e tentar diminuir a diferença para o G-4 – o quarto colocado é o CRB, com 40 pontos e que enfrenta o Vasco nesta quinta, às 19h, no Rei Pelé.

Cruzeiro

Tira-teima

A história aponta um equilíbrio no confronto entre Cruzeiro e Operário-PR. Em quatro duelos realizados, dois terminaram com vitória celeste e dois em triunfo alvinegro. No primeiro turno da Série B deste ano, os paranaenses levaram a melhor, no estádio Germano Krüger, por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO
Fábio; Cáceres, Ramon, Brock e Matheus Pereira; Adriano, Rômulo e Giovanni (Marcinho); Wellington Nem, Bruno José (Marcinho) e Thiago (Marcelo Moreno)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

OPERÁRIO-PR
Simão; Fábio Alemão, Rodolfo, Reniê e Fabiano; Leandro Vilela (Pedro Ken), Marcelo Santos, Thomaz e Marcelo; Felipe Garcia e Paulo Sérgio
Técnico: Matheus Costa

DATA: 16 de setembro de 2021 (quinta-feira)
HORÁRIO: 19h
LOCAL: Arena do Jacaré
CIDADE: Sete Lagoas
MOTIVO: 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Rodrigo Dalonso Ferreira (Fifa), auxiliado por Alex dos Santos e Helton Nunes, todos de Santa Catarina
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
TRANSMISSÃO: Premiere