A história dos “seis pontos perdidos” não tem mais pesado, e o técnico Enderson Moreira começa a sofrer uma pressão dentro do Cruzeiro. Gigantesca, por sinal, uma vez que o maior investidor do clube no momento, Pedro Lourenço, dos Supermercados BH, anseia a demissão do comandante celeste (declaração dada à Rádio Super). Porém, o presidente Sérgio Santos Rodrigues pensa diferente e confirmou a permanência do treinador.

Os últimos resultados, aliadas às atuações da equipe, sobretudo na Série B, se tornaram o argumento principal de Lourenço. Depois de um ótimo início na competição, com três vitórias seguidas – em cima de Botafogo (SP), Guarani e Figueirense –, vieram derrotas para Chapecoense e América e empate com o Confiança.

Com 55,5%, era para o Cruzeiro, de Enderson, estar batendo à porta do G-4, apesar da queda de produção em campo. No entanto, devido à punição da Fifa, está com apenas quatro pontos, um a mais que o time que abre a zona de rebaixamento, o Brasil de Pelotas, próximo oponente dos azuis, na quarta-feira (2), às 21h30, no Bento Freitas.

O aproveitamento de Enderson é superior a qualquer treinador que fez parte da pífia campanha do rebaixamento do clube. Obviamente o nível de torneio era diferente, mas os elencos da Raposa em 2019 e 2020, também.

No Brasileiro do ano passado, Mano Menezes teve 25,6% de rendimento; Ricardo Resende (interino), 33,3%; Rogério Ceni, 38%; Abel Braga, 40,4%; e Adilson Batista não somou pontos nas três últimas rodadas.

Mano, Ceni e Abel vivenciaram crises com o plantel, tiveram sobrevidas ao longo da competição, mas sucumbiram e acabaram demitidos. Adilson até tentou, porém, o rebaixamento era iminente.

Sob um novo contexto, Enderson Moreira, que conta com o apoio do elenco, promete que o Cruzeiro vai, sim, subir à Série A. A diretoria deu mais um voto de confiança.

Relembre o desempenho dos treinadores do Cruzeiro no último Brasileiro

Mano Menezes
Aproveitamento: 25,6%
Vitórias: Ceará e Goiás 
Empates: São Paulo, Corinthians, Botafogo e Bahia
Derrotas: Flamengo, Internacional, Fluminense, Chapecoense, Fortaleza, Athletico-PR e Atlético

Ricardo Resende
Aproveitamento: 33,3%
Empate: Avaí

Rogério Ceni
Aproveitamento: 38%
Vitórias: Santos e Vasco
Empates: CSA e Ceará
Derrotas: Grêmio, Palmeiras e Flamengo

Abel Braga
Aproveitamento: 40,4%
Vitórias: São Paulo, Corinthians e Botafogo
Empates: Internacional, Fluminense, Chapecoense, Fortaleza, Bahia, Athletico-PR, Atlético e Avaí
Derrotas: Goiás, Santos e CSA

Adilson Batista
Aproveitamento: 0%
Derrotas: Vasco, Grêmio e Palmeiras

Desempenho de Enderson Moreira na Série B

Aproveitamento: 55,5%
Vitórias: Botafogo (SP), Guarani e Figueirense
Empates: Confiança
Derrotas: Chapecoense e América

Cruzeiro

Cruzeiro, de Enderson, fez apenas um ponto dos últimos nove disputados