Embora Felipão tenha negado, alguém jogou, sim, sal grosso no gramado do Mineirão, antes da partida contra o Brasil de Pelotas, neste sábado (5). Deu sorte? Deu! Mas acima da sorte, a competência. Dentro de campo, o Cruzeiro voou, fez sua melhor apresentação na Série B do Brasileiro e goleou o adversário, por 4 a 1, com direito a uma pintura de Sòbis no segundo tempo, anotando um golaço, antes do meio de campo, encobrindo o goleiro Rafael Martins, e decretando mais um triunfo da Raposa, cada vez mais esperançosa em alcançar o sonho de voltar à elite nacional.

Os outros gols dos azuis foram marcados por Arthur Caíke, Jarro Pedroso (contra) e Sóbis (que também anotou um de pênalti); Bruno José descontou para os gaúchos. Este foi o melhor placar do clube estrelado na temporada.

A Raposa subiu quatro posições e, agora, ocupa o 11º lugar, com 34 pontos.

Cruzeiro

O jogo

Com 13 minutos de jogo, o Cruzeiro já vencia por 2 a 0. A vantagem começou a ser construída com Arthur Caíke, aos 10 minutos, e o gol contra de Jarro Pedroso, aos 13. O Brasil de Pelotas ensaiou uma reação ao diminuir o placar aos 27, com Bruno José. Mas Sóbis tratou de converter uma penalidade, sofrida por Caíke, aos 47, antes da saída para o intervalo.

O segundo tempo valeu pela pintura de Rafael Sóbis, autor do chamado "gol que Pelé não fez". Aos 28 minutos, ele arriscou antes da linha do meio de campo, encobrindo Rafael Martins. Golaço!

CRUZEIRO 4 X 1 BRASIL DE PELOTAS
Motivo:
26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: 5/12/2020 (sábado)
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte
Arbitragem: José Mendonça da Silva Junior, auxiliado por Rafael Trombeta e Luciano Roggenbaum, todos paranaenses
Cartões amarelos: Potter, Airton e Cacá (Cruzeiro); Alex Ruan e Luiz Henrique (Brasil de Pelotas)
Gols: Arthur Caíke aos 10 minutos, Jarro Pedroso (contra) aos 13, Bruno José aos 27 e Rafael Sóbis aos 47 do primeiro tempo

CRUZEIRO
Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Adriano (Cacá), Jadsom Silva (Régis) e Machado (Jadson); Arthur Caíke, Rafael Sóbis (Marcelo Moreno) e Airton (Welinton)
Técnico: Felipão

BRASIL DE PELOTAS
Rafael Martins; Rodrigo Ferreira, Leandro Camilo, Héverton e Alex Ruan (Bruno Santos); Sousa, Pablo (Wellington Simião) e Matheus Oliveira (Nuno); Jarro Pedroso (Luiz Henrique), Matheusinho (Bruno Matias) e Bruno José
Técnico: Cláudio Tencati