Deu tudo certo para o América na noite desta quarta-feira (22). Com uma grande atuação no segundo tempo, o time mineiro derrotou o Sport por 2 a 0, fora de casa, num confronto direto pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Luan e Rafael Moura marcaram os gols do Coelho. Com o resultado obtido na Ilha do Retiro, o Alviverde chega aos 25 pontos e segue longe da zona de rebaixamento, cumprindo bem até aqui o principal objetivo na competição nacional.

O próximo desafio será contra o Flamengo. O duelo pela segunda rodada do returno está marcado para as 16h deste domingo (26), no Estádio Independência.

Para esta partida, o técnico Adilson Batista perdeu o zagueiro Messias, advertido com o terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o treinador contará com os retornos dos laterais Aderlan e Carlinhos, vetados do duelo com o Leão pernambucano justamente por suspensão.

Fim da seca

Adilson decidiu alterar a escalação inicial do Coelho, optando pelo velocista Marquinhos no lugar do centroavante Rafael Moura. A mudança não chegou a surpreender, pois o principal homem de referência do elenco vinha de sete partidas em jejum (desde a derrota por 3 a 1 para o São Paulo, em maio).

O camisa 9, no entanto, ficou no banco de reservas por apenas 28 minutos, pois precisou ser acionado para substituir o lesionado Ruy ainda na primeira etapa.

A oportunidade foi bem aproveitada. Já na etapa complementar, aos 21 minutos, o He-Man fez ótima tabela com Luan e ficou cara a cara com o goleiro Magrão para enfim acabar com o longo período de seca.

Gol e assistência

O protagonista da partida, no entanto, foi mesmo Luan. Antes da ótima assistência para Rafael Moura, o camisa 11 já tinha deixado a própria marca, pouco após a volta do intervalo, aproveitando rebote do goleiro Magrão.

O meia-atacante havia voltado de lesão na última rodada (empate em 0 a 0 com o Fluminense), depois de três meses entregue ao Departamento Médico. Ele também vivia um longo período sem balançar as redes, desde janeiro, ainda pelo Campeonato Mineiro (vitória por 1 a 0 sobre o Boa Esporte). 

Resistência e "olé"

Também merece menção honrosa a atuação goleiro João Ricardo. Com pelos menos duas defesas importantes, o camisa 1 alviverde conseguiu segurar as ofensivas de um Sport pressionado pela torcida local.

O time mandante chegou a acertar a trave no início do segundo tempo, quando o placar ainda estava zerado, mas não conseguiu se impor no campo de ataque como havia feito com sucesso na etapa inicial.

Após o segundo gol do América, as arquibancadas foram tomadas por tumultos e muitos protestos, posteriormente substituídos por gritos de "olé" a favor do time mineiro.

A derrota em casa na estreia do novo técnico Eduardo Batista representou o décimo tropeço consecutivo do Leão neste Brasileirão (oito derrotas e dois empates).

FICHA DO JOGO
Sport 0 x 2 América
Sport:
Magrão; Cláudio Winck, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Deivid, Ferreira (Fellipe Bastos), Gabriel, Marlone (Rafael Marques) e Morato (Michel Bastos); Hernane. Técnico: Eduardo Baptista
América: João Ricardo; Juninho, Matheus Ferraz, Messias e Giovanni; Leandro Donizete, Wesley (Zé Ricardo), Gerson Magrão e Ruy (Rafael Moura); Marquinhos e Luan (David). Técnico: Adilson Batista
Gols: Luan, aos 2, e Rafael Moura, aos 21 minutos do segundo tempo
Arbitragem: Jailson Macedo Freitas, auxiliado por Alessandro Rocha Matos e Elicarlos Franco Oliveira (BA)
Cartões amarelos: Claudio Winck e Sander; Messias e Luan
Público: 16.425 torcedores
Renda: R$ 102.605,00