Diante da paralisação das competições esportivas por causa da propagação do coronavírus, o Atlético emitiu um comunicado oficial anunciando a redução salarial de 25% para jogadores, comissão técnica e diretoria do clube. A medida valerá "pelo período que perdurar os efeitos da pandemia".

O corte de 25% do salário não se enquadra para funcionários que recebem até R$ 5 mil. Em nota, o Galo se baseia na calamidade decretada pelos órgãos de saúde no combate à Covid-19. O texto destaca que o clube tem redução drástica de suas receitas com a paralisação das atividades esportivas. 

Na semana passada, o Atlético (assim como os outros clubes das Séries A e B do Brasileiro) já havida anunciado a decisão de antecipar as férias dos jogadores nos primeiros 20 dias de abril. 

Atlético

Confira a nota oficial do Atlético

Considerando o atual estado de calamidade decretado pela Presidência da República, decorrente da Pandemia do novo coronavírus (Covid-19), declarada pela Organização Mundial de Saúde; 

Considerando que a referida circunstância de força maior ensejou a paralisação de competições desportivas no Brasil e no mundo, acarretando ao Clube Atlético Mineiro drástica redução de suas receitas; 

Considerando a excepcionalidade da atual conjuntura, que impõe ao Atlético a adoção de ajustes transitórios que lhe permitam continuar honrando os seus compromissos; 

Resolve a Presidência Executiva, sob o crivo da Presidência do Conselho Deliberativo, aplicar uma redução de 25% (vinte e cinco por cento) sobre o salário de seus funcionários, incluindo Diretoria, Atletas e Comissão Técnica, pelo período em que perdurarem os efeitos da Pandemia.

Em respeito ao mínimo existencial daqueles que mais necessitam, o Atlético não realizará desconto de nenhuma espécie para os colaboradores que recebam até cinco mil reais mensais.

Belo Horizonte, MG, 29 de março de 2020.
Sérgio Santos Sette Câmara 
Presidente Executivo 
Castellar Modesto Guimarães Filho 
Presidente do Conselho Deliberativo