Se a moral do técnico Deivid com a diretoria do Cruzeiro não está tão em alta, com os jogadores o panorama é diferente. Após a primeira atividade da semana, realizada na tarde desta terça-feira (1), o zagueiro Bruno Rodrigo e o meia Arrascaeta partiram em defesa do contestado treinador.

“Faz parte a pressão. Um jovem treinador, que está estudando bastante. É novo, tem muita a crescer. A gente está com ele, vamos fazer tudo para sair vitoriosos dos jogos", comentou o zagueiro. "Em certos momentos a equipe não correspondeu, da maneira que o Deivid pediu. Está faltando detalhes, encaixar um contra-ataque, fazer mais gols”, acrescentou.

Também favorável à permanência de Deivid e do restante da comissão técnica, o meia uruguaio Arrascaeta acha normal a pressão sobre o treinador, já que o Cruzeiro é um dos maiores clubes do país.

"Temos um grande elenco e um técnico muito bom, que treina muito. Mas não é só o técnico, nós também temos que melhorar, tratar de fazer o melhor para nós e para ele”, observou o meia. “Deivid somou bastante ao grupo. Sempre tratando de nos ajudar. É fundamental para o nosso time”, concluiu.

Sobre a relação entre comissão e atletas, Bruno Rodrigo volta a defender Deivid. Segundo o zagueiro, a troca de informações é constante e vem funcionando bem no dia a dia na Toca da Raposa e também durante as partidas.

“Sim, os dois lados, nós jogadores e o Deivid estamos procurando um ajudar o outro. Ele nos escuta bastante, passa muita coisa pra gente. A gente passa para ele. Se achar que é válido ele também nos escuta. É uma troca. Temos que trabalhar e conversar bastante. Uma troca válida em benefício para o Cruzeiro ter um ano bom”, contou Rodrigo.

Até o momento, a Raposa fez 8 jogos na temporada, sendo um deles um amistoso. Foram quatro vitórias, três empates e apenas uma derrota.