Um dos principais ídolos recentes do Cruzeiro, o zagueiro Léo completou uma incômoda marca no último sábado (16). Em recuperação de uma lesão no joelho e com o futuro indefinido na Raposa, o defensor superou cinco meses sem ser relacionado para um jogo oficial.

A última vez em que o jogador foi selecionado para uma partida aconteceu em n15 de dezembro de 2020. Na ocasião, o zagueiro ficou como opção no banco de reservas no empate do time estrelado por 1 a 1 com o CSA, no Independência, pela 29ª rodada da Série B. O defensor não foi acionado pelo técnico Felipão durante a partida.

Já a última vez que Léo atuou tem ainda mais tempo. Foi em 19 de setembro, quando a Raposa foi derrotada por 3 a 1 pelo CSA, em Maceió, pela 10ª rodada do Brasileiro. No jogo em questão, o jogador esteve em campo os 90 minutos.

Lesão

Após o primeiro duelo com o time alagoano, Léo foi diagnosticado com uma lesão no joelho direito. Depois de um período em tratamento, chegou a voltar a treinar com o restante do elenco e a ser relacionado para um jogo da Série B.

Entretanto, o zagueiro voltou a sentir o problema e teve que retornar ao departamento médico. Como alternativa para tratar o problema, Léo custeou do próprio bolso um tratamento nos Estados Unidos, que durou de dezembro ao início de abril.

Indefinição

De volta ao Brasil, o jogador se reapresentou na Toca da Raposa II para terminar o tratamento. Entretanto, a tendência é a de que o jogador deixe o clube estrelado.

Com contrato até dezembro de 2022, e com vencimentos acima do teto de R$ 150 mil mensais estipulado pela diretoria celeste na temporada passada, o defensor negocia a rescisão do vínculo.

Mesmo com o um salário em um patamar alto para a atual realidade da Raposa, o jogador aceitou a repactuação salarial proposta pela cúpula celeste, que prevê que a diferença dos R$ 150 mil será paga posteriormente.

Após a imprensa divulgar a possibilidade do rompimento do contrato, Léo foi às redes sociais afirmar que não pretendia deixar a Raposa. O clube celeste também não se manifestou oficialmente sobre o caso.

Certo é que o jogador não vem treinando com o grupo nas últimas semanas, e não participou das fotos com a nova camisa branca do Cruzeiro, divulgadas recentemente.

Também nas redes sociais, Léo vem publicando fotos e vídeos de treinamentos realizados em uma academia particular de Belo Horizonte. (Confira abaixo)

Contratado em 2010, o jogador soma 401 jogos e 22 gols pelo time celeste. Com a camisa estrelada conquistou os títulos do Campeonato Brasileiro (2013 e 2014), da Copa do Brasil (2017 e 2018), e do Campeonato Mineiro (2011, 2014, 2018 e 2019).