O Patrocinense fez bonito no primeiro tempo, abriu o placar com Jeam, teve em Edson uma muralha quase intransponível na segunda etapa... Sim, quase intransponível! Tudo conspirava para uma vitória do time de Patrocínio nesta quinta-feira (8), no Independência. Porém, Ribamar, na bacia das almas, salvou o América do revés. Por pouco, o Coelho não obteve a virada, mas os planos não saíram como esperado. No fim das contas, o 1 a 1 não foi positivo a nenhuma das duas equipes.

Com o resultado, o Alviverde foi a 16 pontos, na vice-liderança, enquanto o clube do interior chegou aos nove, em décimo lugar.

No próximo domingo (11), às 18h15, o time de Lisca vai a Tombos enfrentar o Tombense. No mesmo dia, às 15h30, o Patrocinense recebe o Pouso Alegre, no Pedro Alves do Nascimento.

O jogo

Quem esperava um América agressivo no ataque, sufocando o adversário no primeiro tempo, deve ter tomado um susto. Além de criar pouco, o Alviverde acabou cedendo espaços em demasia ao Patrocinense, que entrou ligado e mereceu a vitória parcial. Aos 42 minutos, a Águia abriu o placar com Jeam, após boa investida de Ferrugem.

Na saída do intervalo, Lisca promoveu a estreia de Bruno Nazário, na vaga de Toscano. Era notório que o Coelho acelerou seu jogo, obrigando a equipe de Patrocínio a recuar suas linhas. Ainda assim, não foi o suficiente para empatar.

Com o oponente se segurando atrás, e o América ansioso dentro de campo, Lisca modificou o time novamente, apostando nas entradas de Gustavinho, Leandro Carvalho, Diego Ferreira e Ribamar. Tentativas não faltaram, e o gol da igualdade saiu graças a Ribamar, aos 45.

Fala Riba!

Ao fim da partida, Ribamar comemorava seu primeiro gol pelo clube. “Fico muito feliz. Infelizmente, não saímos com o resultado positivo. Agora é pensar na classificação. (Na comemoração), tinha procurado o fotógrafo, peguei o chapéu dele e comemorei”, disse ao Premiere.

América

A FICHA DO JOGO

AMÉRICA 1 X 1 PATROCINENSE

AMÉRICA
Matheus Cavichioli; Joseph (Gustavinho), Eduardo Bauermann, Anderson e João Paulo; Sabino (Diego Ferreira), Juninho e Alê; Ademir (Leandro Carvalho), Marcelo Toscano (Bruno Nazário) e Rodolfo (Ribamar). Técnico: Lisca

PATROCINENSE
Edson; Ferrugem, Alisson, Breno e Jhonathan Moc; Maycon Lucas, Wisley e Íkaro (Matheus Vareta; Gilberto Carrara (Fernando), Wallace Lima (Giba) e Jeam. Técnico: Paulista 

Data: 8 de abril de 2021
Estádio: Independência
Cidade: Belo Horizonte
Motivo: 8ª rodada do Módulo I do Campeonato Mineiro
Arbitragem: Antônio Márcio Teixeira, auxiliado por Marconi Helbert Vieira e Magno Arantes Lira
Cartão amarelo: Jhonathan Moc (Patrocinense)
Gols: Jeam aos 42 minutos do primeiro tempo e Ribamar aos 45 do segundo tempo

Leia Mais:
Bruno Nazário volta ao América 'louco para jogar' e já se coloca à disposição de Lisca
Yan Sasse chega ao América cheio de confiança: 'Quero atuar em todos os jogos do Brasileiro'
Peça fundamental no América, meia Alê sonha com primeiro duelo da carreira na Série A do Brasileirão