O Cruzeiro inicia a temporada 2021 com uma equipe que tem quase 4,5 anos a mais de média de idade em relação ao time que disputou a primeira partida do ano passado, a vitória por 2 a 0 sobre o Boa Esporte, em 22 de janeiro de 2020, no Mineirão.

Diante do time de Varginha, o técnico Adilson Batista teve de mandar a campo quatro jogadores com 18 anos e dois com 20, sendo que três deles (Adriano, Thiago e Alexandre Jesus) disputavam o primeiro jogo pelo time principal.

Manoel zagueiro CruzeiroO zagueiro Manoel não estava no Cruzeiro no início da temporada 2020 e agora é um dos pilares do novo time, mas experiente, que vem sendo montado pelo técnico Felipe Conceição

Com mais de 20 anos naquele Cruzeiro, apenas o goleiro Fábio, o lateral-direito Edílson, o zagueiro Léo, o meia Rodriguinho e o lateral-esquerdo Rafael Santos, revelado na base e que quase não tinha jogado na equipe principal.

Este cenário fez com que a Raposa começasse a temporada 2020 com uma equipe que tinha média de idade de 24,4 anos.

Agora, em 2021, há uma correção de rota neste sentido. E a média de idade é de 28,8 anos. Isso considerando que Ramon é titular na zaga, ao lado de Manoel.

Com isso, não há mais nenhum sub-20 no time principal. No jogo-treino do último sábado (20), contra o Bolívar, da Bolívia, na Toca II, quem atuou foi Paulo, já que Ramon está com Covid-19.

Resolver este problema de um grupo muito jovem em grande parte da primeira temporada em que disputou a Série B do Campeonato Brasileiro, sem conseguir o acesso, aparece como uma das preocupações da diretoria cruzeirense.

Para isso, foi trocada a diretoria de futebol, com Deivid dando lugar a André Mazzuco, que é o responsável pela montagem do grupo celeste para o ano de 2021, que começa no próximo sábado, quando o time estreia no Campeonato Mineiro encarando o Uberlândia, às 16h30, no Parque do Sabiá.