Depois de quase oito anos, Cuca volta a comandar o Atlético no Mineirão, em um jogo válido pela Copa Libertadores, em mais um capítulo importante da história que ele tenta reconstruir no Galo. E vencer o Cerro Porteño, do Paraguai, a partir das 19h15, em confronto válido pela terceira rodada do Grupo H, será um passo importante neste processo, além de permitir ao treinador comandar mais um feito alcançado no clube de forma completa.

É impossível tirar de Cuca a pressão por um grande trabalho em 2021, e isso para o torcedor significa vencer Libertadores, Brasileirão ou Copa do Brasil. Ela existe não só pelo grande investimento feito pelo clube na formação do grupo de jogadores, mas também pela memória recente do desempenho do Galo sob seu comando nas temporadas 2012 e 2013.

Cuca técnico Atlético 2021

Cuca dirige o Atlético na Libertadores 2021 pela primeira vez, pois nos dois primeiros 

Depois de muita pressão a partir da derrota de 1 a 0 para o Cruzeiro, em clássico disputado em 11 de abril, fruto de resultados ruins do time, mas principalmente de um rendimento muito abaixo do esperado, Cuca volta a comandar o Atlético num jogo de Libertadores, no Mineirão, onde o time dele ganhou a taça em 2013, vivendo tempos de paz.

Suspenso nas duas primeiras rodadas, pois ele foi expulso na decisão da Libertadores 2020, quando seu Santos perdeu a final brasileira para o Palmeiras, no Maracanã, foi seu irmão, Cuquinha, quem ficou no banco de reservas no empate por 1 a 1 com o fraco La Guaira, da Venezuela, em Caracas, há duas semanas, e na vitória por 2 a 1 sobre o América de Cáli, da Colômbia, na última terça-feira, no Gigante da Pampulha.

Liderança

A partida contra o Cerro Porteño é uma disputa direta pela liderança do Grupo H. Os dois clubes somam quatro pontos e quem vencer se isola na ponta. Em caso de empate, os paraguaios seguirão à frente por terem melhor saldo de gols (2 a 1).

Ser primeiro colocado da chave é importante para diminuir as chances de um adversário mais difícil nas oitavas de final.

A fase é decidida por sorteio que tem dois potes. No primeiro, ficam os líderes de cada grupo. No outro, os segundo colocados.

História

Sem participação oficial nos dois primeiros jogos do Atlético nesta Copa Libertadores, por causa da suspensão, Cuca só começa a somar os jogos de 2021 em seu currículo a partir desta terça-feira. E ele passa a ser o segundo treinador a comandar o Galo em mais de uma edição.

O primeiro a alcançar essa marca foi Levir Culpi, treinador atleticano em 2014 (1 jogo), 2015 (8) e 2019 (8).

Diante do Cerro Porteño, Cuca, que dirigiu o time nas 14 partidas da campanha vitoriosa de 2013, chega a 15 jogos de Libertadores à frente do Galo, ficando a dois jogos de Levir, que soma 17.

Se não tivesse cumprido suspensão nos dois primeiros jogos do Atlético na competição, ele estaria igualando Culpi diante do Cerro Porteño.

De toda forma, ainda nesta fase de grupos ele passará a ser o treinador que mais dirigiu o Galo no principal torneio de clubes da América, diante do La Guaira, da Venezuela, no Mineirão, em 25 de maio, no Gigante da Pampulha.