O Cruzeiro entrou em campo para enfrentar o Coimbra, nesta quarta-feira (7), no Independência, pela oitava rodada do Campeonato Mineiro, com quase meio time pendurado com dois cartões amarelos.

Caso fossem advertidos, o lateral-direito Raúl Cáceres, o zagueiro Ramon, o lateral-esquerdo Alan Ruchel, o atacante Airton e volante Jadson ficariam de fora do clássico contra o Atlético, neste domingo, no Mineirão. Desses, apenas Ruschel não participou do triunfo por 2 a 0, que levou a Raposa à terceira colocação na tabela de classificação.

Os três primeiros foram titulares, enquanto o volante foi acionado aos 38 minutos do segundo tempo. Caso perdesse Cáceres, o time celeste teria apenas o jovem Ramon Rocha, de 20 anos, e sem nenhum jogo pelo time principal, como especialista da posição à disposição para o clássico. 

Diante desse cenário, o mais importante para a Raposa foi o fato de que todos passaram ilesos e estão aptos a enfrentar o maior rival no domingo.

A partida contra o Coimbra, inclusive, foi a primeira em que a equipe estrelada, detentora de 22 cartões amarelos e cinco vermelhos até o momento na competição, não foi advertida.

Retorno importante

Além de não ter nenhuma baixa por suspensão, o técnico Felipe Conceição vai ter o retorno do zagueiro Manoel, ausente do duelo com o Coimbra justamente pelo acúmulo de cartões.

Uma das referências do time, o defensor deve retornar na vaga do jovem Weverton, um dos destaques do triunfo diante do time de Contagem.

Quem também pode voltar à disposição nos próximos dias é o zagueiro Eduardo Brock, em tratamento de uma torção no tornozelo direito, que o deixou de fora dos dois últimos jogos.

Na terceira colocação, com 14 pontos, o Cruzeiro busca o triunfo no clássico para dar mais um passo rumo à classificação às semifinais da competição.

Leia mais

Pottker entra bem no jogo, dá fim a tabu e tenta cravar uma vaga para o clássico contra o Atlético

Felipe Augusto exalta competitividade no elenco do Cruzeiro e desempenho do time contra o Coimbra

Cruzeiro desencanta no final, vence o Coimbra e sobe para o terceiro lugar do Campeonato Mineiro