cruzeiro, henrique, sérgio Santos Rodrigues

 

O ex-capitão do Cruzeiro está de volta. O volante Henrique foi anunciado oficialmente pelo presidente Sérgio Santos Rodrigues na tarde desta quinta-feira (25) em vídeo ao vivo transmitido no canal oficial do clube no Youtube. Aparentemente nervoso, o jogador demonstrou emoção, tentou explicar o motivo de sua saída após o rebaixamento em 2019 e não se furtou no pedido de desculpas aos torcedores.

“É um momento feliz e muito emocionante ao mesmo tempo. Voltar para o Cruzeiro, o lugar de onde eu nunca deveria ter saído. As vezes a gente age por impulso, por pensar que as cargas que carregamos do ano passado foram muito pesadas. A gente achou que, saindo, seria uma solução para a minha vida. Infelizmente, eu pude comprovar que não é real. O corpo foi, mas a alma ficou. Aqui está um cara de coração aberto. Já errei muito na vida e sei das minhas falhas, dos meus erros, do que eu já cometi. Peço perdão por esses erros e estou aqui, neste momento, de coração aberto, alma aberta", disse, completando com "o coração falou mais alto".

A presença de Henrique na 5ª "Live do Presidente" foi tratada com muito cuidado pela equipe de comunicação do Cruzeiro. O ambiente para o jogador nesse retorno se mostrou bastante hostil nas redes sociais. Logo que anunciado como reforço para o clube nos últimos dias, uma chuva de mensagens negativas em relação ao volante foram publicadas no Twitter e no Instagram. A hashtag #HenriqueNão foi bastante difundida entre cruzeirenses no mundo virtual. 

"Se eu decepcionei o torcedor cruzeirense o ano passado, pelo rebaixamento, me perdoem. Sou falho. Sou humano, também. Tenho a minha parcela sim. Mas vocês viram o tanto que eu lutava, me dedicava. Como Fábio e Leo também cobravam. Infelizmente, aconteceu essa tragédia. Mas volto no momento de construção porque sei que o Cruzeiro tem que voltar ao caminho, que é a Série A, e tenho certeza que você (Sérgio Rodrigues) vai dar essa direção", pediu.
Henrique estava no Fluminense desde janeiro deste ano. O meio-campista teve passagem meteórica pelo Tricolor das Laranjeiras, onde estão outros ex-cruzeirenses que foram rebaixados no ano passado, como Egídio e Fred.

O volante foi titular todos os sete jogos que fez pelo Fluminense, onde tinha contrato de empréstimo até o fim de 2020. 

Com 516 jogos pelo Cruzeiro, Henrique é o oitavo na lista de jogadores com mais partidas pelo clube. Ele está distante 22 jogos do ex-lateral Vanderlei o sétimo que mais vezes atuou pela Raposa.