Com o time reserva, o Flamengo ganhou de virada do Boavista por 5 a 2, nesta quarta-feira, em Moça Bonita, pela sexta rodada do Campeonato Carioca. Mesmo debaixo de forte calor e num gramado muito ruim, contou com três gols do atacante Alecsandro para vencer e manter a liderança.

Agora, o Flamengo lidera sozinho o Campeonato Carioca com 16 pontos - nas seis rodadas, só não conseguiu vencer o Duque de Caxias, quando empatou por 2 a 2. Além disso, acabou com a invencibilidade do Boavista, que vem fazendo boa campanha e, com a derrota, segue com nove pontos.

Como tem o clássico com o Fluminense no sábado e a estreia na Libertadores na próxima semana, o técnico Jayme de Almeida poupou os titulares nesta quarta-feira. Assim, deu chance para a estreia de dois jogadores no Flamengo: o lateral-direito Léo e o meia argentino Lucas Mugni.

Diante dos reservas do Flamengo - apenas o goleiro Felipe foi escalado -, o Boavista começou melhor. Sob um calor de 40ºC, com sensação térmica de quase 50ºC, o time comandado pelo agora técnico Américo Faria, que já foi coordenador da seleção brasileira, chegou a abrir 2 a 0.

Em um contra-ataque aos 14 minutos, André Luís deu um lindo drible no zagueiro chileno González e avançou em velocidade até chutar forte para fazer 1 a 0. Logo depois, o Boavista ampliou a vantagem: aos 18, Thiaguinho rolou para Thiago Silva, livre dentro da área, marcar o segundo.

A reação flamenguista também foi instantânea. Aos 26 minutos, Alecsandro recebeu um ótimo passe de Chicão e tocou na saída do goleiro para marcar o primeiro gol do time. E aos 27, a defesa do Boavista vacilou em cobrança de falta na área, deixando a bola para Gabriel empatar a partida.

No segundo tempo, o Flamengo concretizou a virada. Para isso, contou com Alecsandro. Aos 10 minutos, ele bateu bem o pênalti sofrido por Gabriel, colocando o time em vantagem. E aos 14, girou em cima do marcador na entrada da área e chutou no canto, fazendo um bonito gol.

Enquanto o Boavista desanimou com a virada, o Flamengo passou a controlar o jogo, economizando forças diante do forte calor. Mesmo assim, conseguiu ampliar com o estreante Léo aos 23 minutos, transformando a vitória em goleada para um público de pouco mais de mil pessoas em Moça Bonita.

FICHA TÉCNICA:

BOAVISTA 2 X 5 FLAMENGO


BOAVISTA - Getúlio Vargas; Thiaguinho, Rômulo, Bruno Costa e Romarinho (Romário); Weverton, Pedroso, Thiago Silva (Maranhão) e Cascata; André Luís e Gilcimar. Técnico: Américo Faria.

FLAMENGO - Felipe; Léo, Chicão, González e João Paulo; Cáceres, Feijão e Lucas Mugni (Mattheus); Negueba (Igor Sartori), Gabriel (Rodolfo) e Alecsandro. Técnico: Jayme de Almeida.

GOLS - André Luís, aos 14, Thiago Silva, aos 18, Alecsandro, aos 26, e Gabriel, aos 27 minutos do primeiro tempo; Alecsandro, aos 10 e aos 14 (pênalti), e Léo, aos 23 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (Fifa).
CARTÕES AMARELOS - Negueba, Feijão e Pedroso.
RENDA - Não disponível.
PÚBLICO - 991 pagantes (1.286 no total).
LOCAL - Estádio de Moça Bonita, no Rio (RJ).