O triunfo por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, neste sábado (7), no Mineirão, aumentou um tabu imposto pelo Atlético. Agora são quatro partidas seguidas que o Galo não perde para seu maior rival. Nos últimos duelos envolvendo os times, aconteceram três vitórias do alvinegro e um empate.

A série positiva da equipe preta e branca começou com um ‘fracasso’, no dia 17 de julho do ano passado. O Atlético bateu o adversário por 2 a 0, no Independência, na partida de volta da Copa do Brasil, resultado que não foi o suficiente para se classificar às semifinais. A Raposa havia goleado por 3 a 0 na ida.

Depois disso, houve mais dois confrontos, ambos pelo Brasileirão. Em 4 de agosto, um novo 2 a 0 em cima do arquirrival, novamente no Horto. Teve ainda o empate em 0 a 0 no Mineirão, em 10 de novembro.

A vitória deste sábado, com gols de Igor Rabello e Otero, colocou o Atlético na vice-liderança do Mineiro, de forma provisória, com 15 pontos, e jogou o Cruzeiro para o quinto lugar, com 14.

Clássico