Se a paz reinou entre os torcedores comuns, fora e dentro do Mineirão na tarde e noite deste sábado (21), na partida entre Cruzeiro e Flamengo, pela 20ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, dentro do estádio o cenário era de praça de guerra.

Após a partida, a saída do setor amarelo, onde ficam as organizadas cruzeirenses, foi marcada por muita confusão. Os torcedores que tinham brigado dentro do estádio se enfrentaram na Esplanada do Mineirão e a polícia, mais uma vez, usou bombas de gás e tiros de bala de borracha para separar o confronto. Duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII.

Desde o início da partida vários tumultos aconteceram, em brigas que envolveram integrantes das torcidas Pavilhão Independente, que fica no setor inferior, e Máfia Azul, que fica no superior.

Segundo alguns seguranças do estádio, a suspeita é de que alguns integrantes da Torcida Jovem do Flamengo, que tem ligação com a Pavilhão Independente, mas é inimiga da Máfia Azul, tenham ido ao Gigante da Pampulha com camisa da aliada mineira. E tenham rompido a divisa entre o amarelo inferior e superior para brigar com desafetos.

Veja imagens da confusão:

Isso aconteceu no início da partida e também no intervalo, o que obrigou ação da Polícia Militar, com uso de bombas de gás e tiros de bala de borracha.

Nas duas confusões, três torcedores foram identificados e conduzidos à delegacia que fica no Mineirão. Isso foi possível também pela ação de policiais militares que estavam inflitrados no setor à paisana.

Aguarde mais informações