O Boca Juniors está eliminado da edição de 2015 da Copa Libertadores. No final da noite deste sábado, a Conmebol anunciou a sua decisão de excluir o clube da competição após os incidentes ocorridos na última quinta-feira, durante o jogo de volta das oitavas de final contra o River Plate, que agora avançar às quartas de final, fase em que terá o Cruzeiro como adversário.

O jogo da última quinta-feira no Estádio La Bombonera foi suspenso antes do início do segundo tempo, após jogadores do River serem atacados com uma substância irritante no túnel inflável pelo qual entravam em campo.

O Boca pretendia disputar os 45 minutos restantes do duelo, que estava empatado em 0 a 0, enquanto o River pedia a vitória no duelo e a classificação às quartas de final da Libertadores - o time havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0. E o time teve êxito na sua tentativa.

A pena ao Boca, porém, pode ser considerada branda, mesmo que o clube tenha recebido outras sanções além da já esperada eliminação. O time terá que disputar os próximos quatro jogos como mandante em competições organizadas pela Conmebol com os portões fechados e também não terá direito a ingressos de visitante em outros quatro duelos. E o clube terá que pagar um multa de US$ 200 mil (aproximadamente R$ 600 mil) à Conmebol.

As quartas de final da Libertadores serão disputadas a partir da próxima semana. E a tendência é que o primeiro duelo entre Cruzeiro e River Plate seja realizado na próxima quinta-feira em Buenos Aires, no Monumental de Núñez, o estádio do clube argentino.

Durante a sessão na sede da Conmebol, nos arredores de Assunção, o Boca Juniors apresentou a sua defesa, de mais de 50 páginas. Depois, representantes do River Plate apresentaram sua defesa. Enquanto isso, fora do edifício, dezenas de torcedores do River cantavam músicas à espera do veredicto, que acabou sendo favorável ao time.

Aparentemente, os jogadores do River foram vítimas de um torcedor que, de acordo com as imagens de televisão, rasgou o túnel inflável e realizou o ataque. E depois do duelo, em avaliações em hospital de Buenos Aires se detectou que quatro jogadores do time visitante tiveram lesões de diferentes gravidade na pele e na córnea. Agora o clube está garantido nas quartas de final da Libertadores, enquanto o Boca, o melhor time da fase de grupos, foi eliminado pela Conmebol em razão do lamento ato da sua torcida.