A grave crise política e administrativa que o Cruzeiro atravessa nos últimos dias, desencadeada após denúncias veiculadas por meio de uma reportagem do programa Fantástico, da TV Globo, no último domingo (26), ganhou um novo capítulo.

Nesta sexta-feira (31), um movimento intitulado de Pró Cruzeiro, formado por parte de conselheiros do clube, enviou uma carta para o presidente do Conselho Deliberativo da Raposa, Zezé Perrella, pedindo o afastamento do presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, de Itair Machado, vice-presidente de futebol, e de Sérgio Nonato, diretor geral, que foram alvos das acusações reveladas no Fantástico.

Ao todo, 117 conselheiros (sendo 98 com legitimidade para fazer o pedido de afatamento) assinaram o manifesto (veja a íntegra do texto abaixo), embasando o pedido no artigo 30 do estatuto do Cruzeiro que prevê que: “Será afastado imediatamente e se tornará inelegível, pelo período de no mínimo 5 (cinco) anos, o dirigente ou administrador que praticar o ato de gestão irregular ou temerária". Para conseguir o afastamento dos membros da diretoria, são necessários dois terços dos votos do conselho.  

A Polícia Civil de Minas Gerais, inclusive, instaurou inquérito para apurar denúncias sobre falsificação de documento particular, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro no Cruzeiro.

Atualmente, o quadro de conselheiros do Cruzeiro conta 450 membros. Antecessor de Wagner Pires de Sá na presidência do clube estrelado, Gilvan de Pinho Tavares foi um dos integrantes que assinou a carta. Já Alvimar de Oliveira Costa, irmão de Zezé Perrela, e também ex-presidente, optou em não assinar o documento.

O Hoje em Dia tentou contato com Zezé Perrella, mas o dirigente não atendeu aos telefonemas da reportagem.

Segundo a assessoria de imprensa do Cruzeiro, a diretoria do clube ainda não recebeu a carta de pedido de afastmento dos integrantes da diretoria de forma oficial.  


Temor em campo

Ronaldo Granatta, vice-presidente geral do Cruzeiro (afastado pela atual diretoria após a eleição), é um dos signatários da carta. Para o dirigente, é preciso esclarecer os fatos porque o clube deve satisfação para a torcida. 

“Eu fiquei de conversar com os conselheiros para ver o que a gente pode fazer. A gente precisa se entender lá dentro do Cruzeiro. O Cruzeiro precisa ser preservado. Temos que entrar em um consenso, ter uma união. Isso não pode afetar o futebol”, comentou Granatta. 

O vice-presidente destacou que nunca viu uma divisão tão grande dentro do Cruzeiro e teme que isso prejudique os jogadores em campo. 

“Eu estou lá desde quando eu nasci. Estamos vivendo o pior momento, provocado por uma eleição errada. Agora tem que ser Cruzeiro. O jogador hoje não é igual antigamente quando ficava muito tempo no clube. Ele atua por uma temporada e sai. Se ver que a diretoria não tem amor, eles também não terão. A gente tem que pacificar a parte política para não prejudicar a parte em campo”, acrescentou. 

Leia mais

Cruzeiro deve menos, mas sua dívida aumentou quatro vezes mais que a do Atlético na década

Blindar time de confusões extracampo e título grande podem 'salvar' Cruzeiro em 2019

Confira a íntegra da carta enviada ao presidente do conselho deliberativo, e a lista dos conselheiros que assinaram o manifesto:

 
Ao Presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro Esporte Clube
A/C Sr. Zezé Perrella 
Sufocados por tamanha indignação provocada pelas denúncias gravíssimas que envolvem os principais dirigentes da atual diretoria do Cruzeiro Esporte Clube, viemos lhe trazer uma imperiosa petição oficial.
Os indiscutíveis fatos - no mínimo - com fortes indícios de posturas em desconformidade com as normas do Cruzeiro Esporte Clube, estão a provocar um efeito colateral devastador, a sangria da imagem de um clube à beira de completar 100 anos de história. História essa, que até então, não possuía sequer um capítulo ligado a investigações policiais.
O tempo passa e estamos assistindo de forma omissa o escudo do Cruzeiro, o amor de sua torcida, a confiança de seus patrocinadores, a entrega de seu elenco e a vida honesta dos demais funcionários da Casa, tudo isso ser usado, aparentemente, como mecanismo de isolamento dos acusados das questões que precisam explicar. Com essa prática, tida como inadequada, há a colocação da instituição como inerte diante dos fatos narrados nos veículos de comunicação. Esse modus operandi, essa negativa em se afastarem voluntariamente para se defenderem sem prejudicar o clube, está causando um prejuízo mensurável de investimentos e imensurável do ponto de vista institucional.
Não há sombra de dúvidas quanto ao fato do Cruzeiro Esporte Clube estar sendo VÍTIMA de uma gestão que não tem se portado com atenção aos regulamentos internos, e aos preceitos legais correlatos.
Isso já é motivo clarividente para o imediato afastamento dos responsáveis por essa sangria, por essa covardia em usar a torcida e a imagem do Cruzeiro como escudo. O nosso estatuto, no seu Artigo 30, inciso III, diz claramente: “Será afastado imediatamente e se tornará inelegível, pelo período de no mínimo 5 (cinco) anos, o dirigente ou administrador que praticar o ato de gestão irregular ou temerária”.
Portanto, presidente Zezé Perrella, com firmeza, peticionamos: aplique o que manda o estatuto e encaminhe o afastamento de Wagner Pires de Sá e, consequentemente, de seus contratados Itair Machado e Sérgio Nonato, alvos de todas as denúncias que assombram nosso clube. 
Está nas suas mãos a decisão de evitar uma tragédia, onde três pessoas prejudicarão nove milhões de torcedores e um clube inocente. Nós, e acreditamos, o senhor, não aceitaremos entrar para a história do Cruzeiro Esporte Clube como o Conselho Deliberativo que se encolheu, se acovardou e foi subserviente a destruição da instituição.
As gerações futuras das famílias de cruzeirenses, nas quais se incluem as nossas e a do senhor próprio, não nos perdoarão se o senhor permitir esse desfecho terrível para a nossa história.
Belo Horizonte, 31 de maio de 2019
 
Grupo Pró Cruzeiro Transparente 
 
1 Alexandre Azevedo
2 Alexandre de Souza Faria
3 Alexandre Vassalli
4 André Domingues                
5 Anísio Ciscotto
6 Antônio Carlos Santana
7 Antônio Firmo de Mattos
8 Antonio Luiz Berto
9 Antônio Nogueira Neto 
10 Aristóteles Loredo
11 Artur Azevedo
12 Benedicto de Paula
13 Biagio Teodoro Francesco Peluso
14 Bruno Gervásio Braga
15 Bruno Pedrosa. 
16 Carlos Alberto Amorim
17 Carlos Eduado Lemos Santana
18 Carlos Ferreira Rocha 
19 Celso Luiz Chimbida
20 Clovis de Mattos
21 Dalton Loredo          
22 Daniel Faria 
23 Daniel Favarini
24 Daniel Soares Baumfeld
25 Edson Potsch Magalhães Neto.        
26 Eduardo Cesar
27 Eduardo José Tassara Tavares
28 Elias Barburi Toia
29 Emerson Campos Barreira 
30 Emilio Brandi 
31 Ercilio Silva Ferreira
32 Eurípedes Jose da Silva
33 Fabiano Romualdo  Fernandes Ribeiro
34 Fernanda Lima
35 Fernando Pinho 
36 Fernando Rodrigues Resende 
37 Filipe Eustaquio Nogueira 
38 Flávio Carvalho
39 Geraldo César de Araújo Neto
40 Geraldo Lopes de Paula
41 Geraldo Luiz Brinati
42 Gilson de Pinho Tavares                          
43 Gilvan de Pinho Tavares
44 Gilvar de Pinho Tavares
45 Giovani José Pereira
46 Giovanni Baroni
47 Glaysson Tassara Tavares
48 Guilherme Gerken Filho 
49 Gustavo Heringer
50 Helio Favarini
51 Hélio Martins Abreu Filho
52 Hilton Lourenço de Freitas
53 Itamar de Almeida
54 Jairo Luís Coutinho
55 João Braccini
56 Joaquim Herculano Rodrigues 
57 Jorge de Oliveira Rodrigues 
58 Jorge Teixeira.      
59 José Arnaldo Coutinho      
60 José Gustavo Gatti
61 José Ramos
62 José Rogério Nazaré 
63 José Silva
64 Josemar Alves Fontes
65 Laerte Henrique Magalhães 
66 Lidson Potsch Magalhes
67 Luciano Lopes
68 Lucio Maciel
69 Luiz Gustavo Gabriel
70 Luiz Lodi
71 Luiz Stehling
72 Marcelo Sousa Alves
73 Márcio Pergentino Pinto 
74 Márcio Rodrigues
75 Marco Antônio Ribeiro
76 Marcus Vinícius Trópia Barreto
77 Maria Beatriz
78 Mario Dias de Magalhaes  
79 Nelio Lopes
80 Oliveira Maciel Santiago
81 Osvaldo Faria 
82 Otacilio Bergamini
83 Othon Gervasio 
84 Paschoal Costa
85 Paulo Augusto da Cunha Fonseca 
86 Paulo Vilela
87 Pedro Guimarães
88 Rafael Porto Maia 
89 Raphael Pardini
90 Reynaldo de Andrade
91 Ricardo Guedes 
92 Ricardo Moreira
93 Ricardo Santandreu Ciminelli 
94 Robert Peter
95 Robson Lucas da Silva 
96 Rodrigo Galinari da Costa Faria
97 Rodrigo Marcio Saldanha 
98 Romário Matos
99 Romulo Raymundo 
100 Ronaldo Alves Peixoto
101 Ronaldo Granatta
102 Ruy Nazareno
103 Saulo Tomaz Froes
104 Sérgio Murilo Diniz Braga
105 Sérgio Santos Rodrigues
106 Sérgio Sousa
107 Suely de Matos Porto
108 Teodoro Bellezza
109 Teodoro De Simone
110 Thiago Costa
111 Tito Livio Comini Cristofaro
112 Vicente Vieira da Silva
113 Wander Terra
114 Wanderley Salgado de Paiva
115 Webert Meireles Pacheco
116 Welington Gomes Godinho 
117 Wenderson Fernandes Meireles