A noite desta segunda-feira (30) foi marcada pela aprovação do orçamento de 2021 no Atlético. Em reunião realizada no Labareda, um dos clubes sociais do Alvinegro, o Conselho Deliberativo deu "okay" aos números desenhados pela atual diretoria, que tem o mandato se encerrando neste mês que se inicia.

De acordo com as informações divulgadas durante o encontro, o planejamento é que o Atlético tenha superávit de pouco mais de R$ 5 milhões daqui a 12 meses;
Além disso, o orçamento da próxima temporada tem como projeção uma arrecadação de cerca de R$ 400 milhões, prevendo R$ 120 milhões apenas em vendas de ativos (atletas) e outros R$ 60 milhões em reforços.

Durante a reunião, menos de um terço dos 369 conselheiros estiveram presentes, devido, principalmente, à pandemia do novo coronavírus.

Daqui a 10 dias, será realizada a eleição que marcará o fim da Era Sette Câmara no cargo mais alto do clube. Sérgio Coelho, que já foi vice na gestão de Ricardo Guimarães, será o sucessor, em chapa única. Ele foi o nome escolhido pelos mecenas para o próximo triênio 2021-23.