As cenas de barbárie vistas durante e após o jogo entre Cruzeiro e Palmeiras, no Mineirão, deixaram um rastro de destruição no maior palco do futebol mineiro. Imagens divulgadas nas redes sociais do Gigante da pampulha mostraram como ficou parte do interior do estádio. Ao longo da partida que decretou a queda da Raposa para a Segunda Divisão do futebol brasileiro, vândalos depredaram um dos cartões-postais da capital mineira. 

a

Durante a confusão, cadeiras e estruturas metálicas foram utilizadas como armas. Bebedouros, televisores e banheiros foram destruídos pelos vândalos.

Por conta do tumulto nas arquibancadas, que se alastrou até a Esplanada do Mineirão, o árbitro Marcelo de Lima Henrique encerrou a partida antes dos 45 minutos do segundo tempo, por falta de segurança para a continuidade do jogo.

Como responsável pelo evento, o Cruzeiro será o responsável por arcar com o prejuízo gerado pelos seus torcedores.

(*) Estagiário sob supervisão de Flávia Ivo