Marcelo Moreno passou em branco contra o Botafogo-SP, mas o mais importante foi celebrar o triunfo por 1 a 0, nessa sexta-feira (6), fora de casa, que fez o Cruzeiro chegar aos 23 pontos na Série B do Brasileiro. Agora, o atacante ficará na torcida, de longe, por mais uma vitória do time celeste, na segunda-feira (9), às 20h, contra o Guarani, no Mineirão.

O atleta ficará fora deste desafio por estar servindo a seleção boliviana para as disputas contra Equador e Paraguai, nos dias 12 e 17, respectivamente, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

“Acho que a união faz muita diferença, e a dedicação. Por isso estamos conseguindo uma sequência maravilhosa desde a chegada do nosso treinador Felipão. Tomara que continue assim. Não vou estar presente (contra o Guarani), pois estarei na seleção, mas vou continuar na torcida pelos meus companheiros”, afirmou ele, ao canal da TV Cruzeiro no YouTube.

Ao fim do triunfo em Ribeirão Preto, Moreno falou de uma “respirada” que a Raposa dá em função das três vitórias e do empate sob o comando de Scolari. "Nosso grupo se fechou, está consciente disso (disputa da Série B). O trabalho é feito por meio da união e da força. Tenho certeza de que as coisas vão melhorar”, disse.

Nesta terceira passagem pelo Cruzeiro, o atacante boliviano balançou as redes três vezes. Ele está a penas dois gols de igualar Arrascaeta como principal artilheiro estrangeiro da história do clube. O uruguaio fez 50 pela agremiação.

Cruzeiro