A diretoria do Corinthians ainda sonha contratar mais um atacante, como quer o técnico Mano Menezes. O nome preferido é o do atacante Nilmar, mesmo com o fechamento da janela de transferências internacionais, segundo dirigentes do clube. Mas o empecilho para contratar o atleta, ou outro jogador mais badalado, pode ser o salário.

Para os cartolas, Nilmar já estava livre do Al-Jaish, do Catar, antes de se encerrar o prazo da janela de transferências. "Temos interesse no Nilmar", disse o diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes. "Mas diria que a negociação, neste momento, está muito distante."

Para voltar a jogar pelo Corinthians, Nilmar teria de se enquadrar numa nova política de gastos. O teto salarial do clube hoje é de R$ 350 mil por mês. O atacante, que recebia bem mais do que isso, teria de reduzir seu salário. O Corinthians só toparia contratar o jogador porque também não pagaria pela transferência.

O nome de Nilmar agrada a Mano Menezes, que gostaria de contar com mais um atacante no elenco. A principal preocupação do treinador é com a sua atual dupla de atacantes titular. Romero, paraguaio, e Guerrero, peruano, poderão desfalcar o Corinthians em rodada de amistosos internacionais quando forem convocados para suas respectivas seleções.