O Corinthians oficializou nesta sexta-feira (7) a contratação do técnico Fábio Carille. Ele assinou contrato até dezembro de 2020 e substituirá Jair Ventura, demitido na segunda-feira (3) depois da fraca campanha nos últimos três meses.

A diretoria do clube paulista pagou a multa rescisória de US$ 700 mil (cerca de R$ 2,7 milhões) ao Al-Wehda, da Arábia Saudita, para ter de volta o treinador. Carille deixou o Corinthians em maio, após ser bicampeão paulista (2017 e 2018) e também ter faturado o Brasileiro do ano passado.

Nos bastidores, comenta-se que um dos motivos da volta do treinador foi a decepção com os dirigentes árabes, que não cumpriram a promessa de montar um elenco forte. Carille deve permanecer até o fim do ano na Arábia Saudita, até que o Al-Wehda defina seu substituto. Enquanto isso, começará a distância a planejar o trabalho para a próxima temporada.

O Corinthians não informou a data de apresentação do treinador. Por meio de nota, escreveu apenas que "a reapresentação do elenco e da comissão técnica acontece no dia 3 de janeiro".

Carille trará quase toda a comissão técnica de volta ao Corinthians. Estão confirmados o auxiliar técnico Leandro Silva, o observador técnico Mauro da Silva, o preparador físico Walmir Cruz e o analista de desempenho Denis Luup. A exceção será o preparador de goleiros Mauri Lima por não ter boa relação com o presidente Andrés Sanchez.

Jair Ventura, demitido na segunda-feira (3), deixou o time com retrospecto de rebaixado, com aproveitamento de 31,6% dos pontos. Em 19 jogos, foram apenas quatro vitórias, com seis empates e nove derrotas.
 

Leia mais:
Em despedida tumultuada de Falcão, Corinthians é campeão da Liga Paulista
Demitido pelo Corinthians, Jair Ventura adia férias e inicia curso na CBF
Perto de anunciar Carille, Corinthians confirma a demissão de Jair Ventura