A Fiel deverá ter um teste de paciência contra o Independiente Santa Fe, nesta quarta-feira (2), às 21h45, no Itaquerão, pela segunda rodada do Grupo 8 da Copa Libertadores. O Corinthians tem se notabilizado por marcar gols nos minutos finais neste início de temporada, mas Tite fez questão de já avisar à torcida que o time colombiano gosta de cadenciar o jogo e que a sua equipe ainda está em fase de reconstrução. Por isso, variações de rendimento ao longo das partidas fazem parte desse processo.

"Tenho duas coisas para passar ao torcedor: que ele entenda as oscilações, que são normais. O contrário é que seria anormal. E segundo: essa equipe vai precisar de tempo para poder crescer. Estamos acelerando isso. Que o torcedor nos ajude nos momentos difíceis da partida", pediu o treinador.

A partida contra o Santa Fe é a primeira do Corinthians em casa nesta Libertadores (na estreia, o time bateu o Cobresal no Chile). A expectativa da torcida para o jogo desta noite é grande. Até o fim da tarde desta terça-feira, já haviam sido vendidos 36,5 mil ingressos.

Atual campeão da Copa Sul-Americana, o Santa Fe é apontado como o adversário mais forte do Grupo 8. Como tropeçou na estreia ao empatar com o Cerro Porteño em casa, Tite acredita que o time colombiano não vai jogar apenas na defesa para apostar nos contra-ataques e pode complicar o jogo para o Corinthians.

"O Santa Fe é um típico time da escola colombiana de futebol, com bastante triangulação e toques curtos. Libertadores não é catimba, porrada. A pressão é psicológica e você tem de jogar bola para se impor", disse Tite.

De volta

O treinador confirmou o retorno de Cássio. O goleiro está recuperado de uma lesão na coxa esquerda que o tirou das partidas contra São Bento e Oeste, ambas pelo Campeonato Paulista, e será o capitão da equipe nesta noite.

Cássio garantiu estar totalmente recuperado, inclusive para executar cobranças de tiro de meta, tipo de jogada que exige maior esforço do músculo lesionado. "Não corro o risco de tentar jogar sem estar 100% fisicamente. Se fosse correr esse risco, teria jogado no sábado (contra o Oeste). Se eu chutasse uma bola, poderia machucar. Hoje estou completamente curado", disse o goleiro.

O zagueiro Felipe não participou do treino desta terça-feira por causa de um distúrbio gastrointestinal. A princípio, ele só não enfrenta o Santa Fe se o quadro piorar nesta quarta. "Acredito que o Felipe deva jogar. Se ele não for, o Balbuena está treinado e vai para o jogo", disse Tite.