O Corinthians encerra neste sábado contra o Fort Lauderdale Strikers, time norte-americano que tem Ronaldo Fenômeno como um de seus sócios, a sua excursão aos Estados Unidos. O amistoso internacional será às 17 horas (de Brasília).

Após escalar os titulares contra Atlético Mineiro e Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, pela Florida Cup - torneio amistoso que reuniu nove clubes de cinco países -, neste sábado o técnico Tite vai dar chance para os reservas por medo de lesões. "Não dá para continuar com o mesmo time, principalmente pela parte física. Se colocamos o mesmo time, a possibilidade de estourar é grande", disse.

No treino tático realizado nesta sexta-feira em Orlando, o treinador escalou a equipe com Matheus Vidotto; Edílson, Pedro Henrique, Vilson e Guilherme Arana; Cristian, Lucca, Gustavo Viera, Moisés e Marlone; Mendoza. O meia Marciel, envolvido em uma troca pelo volante Willians, do Cruzeiro, não será utilizado.

Sobre os dois primeiros jogos do Corinthians no ano, Tite fez um balanço positivo do time. "Nós buscamos dois jogos. Talvez das três equipes com grau de dificuldade técnica maior, a gente enfrentou duas delas. (Bayer) Leverkusen, Atlético Mineiro e Shakhtar, para mim, são três equipes com o nível mais avançado e eu fiquei muito feliz com o desempenho do primeiro tempo do jogo que nós tivemos com o Atlético e até das mexidas e da reestruturação. Depois que tomamos o gol para o Atlético, as mexidas surtiram efeito e a gente acabou pressionando muito e quase empatamos", explicou o treinador.

No domingo, a delegação corintiana embarca para retornar ao Brasil. No próximo dia 31, o time faz sua estreia oficial na temporada na partida contra o XV de Piracicaba, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pelo Campeonato Paulista.