O atacante Luciano será operado na próxima quarta-feira para corrigir a lesão no ligamento cruzado anterior e no menisco lateral do joelho direito que sofreu na derrota para o Santos, por 2 a 0, na quarta-feira, pela Copa do Brasil, e ficará entre seis e oito meses fora de combate.

O atacante de 22 anos nunca havia sofrido uma lesão tão grave. Preocupado com o estado emocional do atleta, o Corinthians oferecerá ajuda psicológica a ele durante o período do tratamento. "O Luciano está muito abatido, é um garoto que não esperava passar por isso. Vai precisar de um trabalho psicológico e vamos apoiá-lo", explicou o médico Julio Stancati.

O jogador vivia grande fase e, depois de ganhar a vaga de titular, havia marcado cinco gols em três jogos. O atacante se machucou sozinho no jogo contra o Santos. Ao tentar girar em cima do seu marcador, torceu o joelho direito. Depois de ser atendido por Stancati, ele ainda voltou para o jogo. "Naquele momento ele estava com uma contração muscular que lhe permitia voltar. Depois, sentiu de novo", contou o médico.

As dores, no entanto, aumentaram e o atacante ficou apenas mais cinco minutos em campo até ser substituído por Vagner Love. "Ele ter tentado jogar de novo não foi um agravante para a lesão", garantiu Stancati.

No domingo, contra o Cruzeiro, no Itaquerão, pelo Campeonato Brasileiro, Vagner Love reassume a vaga de titular. O atacante está em péssima fase e não balança as redes desde o dia 2 de julho. O jejum já dura dez partidas. Mesmo assim, o goleiro Cássio pede para o torcedor ter paciência com Love. "Ele é um cara rodado. Quero até pedir para a torcida que o apoie, mesmo que ele erre uma bola."