O técnico Cristóvão Borges admitiu ter ficado frustrado com o empate do Fluminense com o Bahia, na noite de sábado, no Mané Garrincha, em Brasília. Mandante da partida, o time carioca saiu na frente, com gol de Fred, ainda no primeiro tempo. Mas cedeu a igualdade aos 37 da etapa final.

O resultado impediu o Fluminense de se aproximar do G4. Com 41 pontos, a equipe carioca ocupa apenas a sétima colocação, após passar rodadas seguintes dentro da zona de classificação para a Copa Libertadores. "É uma frustração, ficamos bastante chateados. São oportunidades que, em um campeonato duro e difícil, você não pode deixar passar", afirmou.

"Temos de aproveitar [as oportunidades] e isso não está acontecendo. Ficamos bastante chateados. É uma preocupação, sim, quando não consegue o resultado. Isso vem acontecendo há algum tempo. Mas vamos sair dessa e seguir trabalhando muito para nos recuperar e encostar ainda mais na parte de cima da tabela", declarou o técnico.

Cristóvão lamentou as chances perdidas pela equipe, principalmente depois da saída de Conca. "Precisávamos reorganizar. O Conca estava sendo muito marcado, achei melhor tirar ele, encaixamos novamente a marcação. A partir daí, tivemos várias chances de decidir o jogo, mas não conseguimos", comentou.

Para piorar, o treinador perdeu duas peças importantes na equipe para a próxima rodada. O zagueiro Elivelton e o volante Jean são desfalques certos para o duelo contra o Atlético Mineiro, na quinta, no Maracanã. Para a defesa, Fabrício e Guilherme Mattis são as opções. No meio, Cristóvão tem Rafinha, Edson e Diguinho.