O desempenho considerado abaixo de seu normal na atual temporada tem sido o alvo para os críticos de Cristiano Ronaldo. Mesmo com um bom número de gols marcados, o português tem de enfrentar os julgamentos por boa parte de suas estatísticas serem construídas com gols de pênalti. Mas, apesar da pressão, o atacante garantiu que não se incomoda com quem pega no seu pé.

"Eu vou para a cama todos os dias com a consciência limpa e durmo bem. Nós não podemos viver obcecados com o que os outros pensam de nós. Caso contrário, eu não viveria. Nem mesmo Deus agradou a todos", disse o craque. Sua postura, muitas vezes considerada arrogante, também é frequentemente criticada. Entretanto, Cristiano afirma que se sua personalidade é parte do que lhe traz grande sucesso na carreira.

"Há pessoas que me odeiam, eles dizem que eu sou arrogante, eu sou vaidoso ou isto ou aquilo. É parte do meu sucesso. Eu sou feito para ser o melhor. Se eu sou, se eu tenho conseguido tudo no futebol por ser assim, você não pode me pedir para mudar", disparou.

O português ainda frisou que a infância sofrida o ajudou a lidar com a pressão, e que portanto, nos dias de hoje, consegue absorver bem os comentários de quem não é seu fã e o critica."Lido bem com a pressão pela vida difícil que eu já tive. A pessoa que eu sou é devido ao tempo que passei sem a minha família e os tempos difíceis: com 11 anos já precisava passar minha própria roupa. Minha força mental começou naquele tempo", completou.

(Agências)