O clima de guerra tomou conta da madrugada de quarta (3) para quinta-feira (4) na região da Pampulha, em Belo Horizonte. Horas antes do jogo entre Cruzeiro e Boca Juniors, torcedores de ambas as equipes entraram em confronto na avenida Antônio Carlos, na altura do número 7456, no bairro São Luiz. 

A briga, que envolveu dezenas de torcedores, aconteceu na porta de um hotel, localizado a poucos quilômetros do Mineirão, palco do duelo de volta das quartas de final da Copa Libertadores da América. 

Houve corre corre e torcedores do Boca Juniors, que usavam camisas e agasalhos com referência ao clube argentino, foram acuados na porta do hotel. 

Apesar do conflito, não foi gerado boletim de ocorrência pela Polícia Militar. 

Em nota, a direção do Quality Hotel Pampulha informou que na madrugada dessa quinta-feira (4), a segurança precisou conter um grupo de torcedores que tentou atacar hóspedes argentinos que estavam na escadaria de acesso ao prédio.

“Os hóspedes rapidamente entraram no estabelecimento, mas foram seguidos, mas a segurança do hotel conseguiu conter o acesso dos agressores, que não passaram do lobby, onde apenas danificaram alguns objetos”, esclarece o comunicado.

Ainda segundo a direção do hotel, nenhum hóspede ou funcionário foi ferido e que a segurança privada do hotel foi redobrada. “A direção do Quality Hotel Pampulha lamenta profundamente o ocorrido e torce pela paz e pelo respeito nos estádios e fora deles”, conclui a nota.

Confira vídeo enviado pelo WhatsApp que flagra o confronto: 

Leia mais:
Foguetório perto do hotel causa nervosismo em comissão técnica do Boca Juniors em BH