O Cruzeiro foi condenado em primeira instância pela Justiça do Trabalho de Belo Horizonte a pagar R$3,2 milhões ao atacante Rafael Sóbis, em razão de uma ação ajuizada pelo jogador em 2019. A Raposa contesta a decisão e vai recorrer.

A informação sobre a sentença, proferida na última terça-feira (15), foi publicada inicialmente pelo Globoesporte.com  e confirmada pelo Hoje em Dia.

Em setembro do ano passado, Sóbis acionou o clube estrelado na Justiça, exigindo que a Raposa pague a ele uma quantia de R$ 4.135.172,92.

De acordo com o atacante, o Cruzeiro não cumpriu com aquilo que foi combinado após sua rescisão de contrato – o avante não permaneceu na Toca em 2019, o que seria seu último ano pelo clube. Ficou acertado que a agremiação mineira deveria pagar R$ 3.993.658,40, só que de forma parcelada.

Porém, o Cruzeiro quitou a segunda parcela de modo parcial, o que levou Sóbis a ajuizar a ação trabalhista.

Cruzeiro contesta

Procurado pelo Hoje em Dia para comentar o caso, o Cruzeiro contestou a decisão e afirmou que vai recorrer à instâncias superiores.

Por meio de nota, a Raposa ainda classificou o valor fixado pelo juiz como uma 'ficção jurídica", alegando que não houve condenação no valor citado. 

Por fim, o clube ainda citou a situação financeira delicada pela qual atravessa, afirmando que vem mapeando todas a ações trabalhistas as quais é réu.

Confira a nota enviada pelo Cruzeiro sobre o caso:

"A verdade é que não houve uma condenação no valor citado. O que ocorreu foi a rejeição dos pedidos do atleta em relação aos seus direitos de imagem, julgados improcedentes, e a determinação de que os demais valores fossem objetos de liquidação de sentença. Ou seja, não se sabe ainda qual o valor exato da condenação. Os R$ 3.2 milhões são uma ficção jurídica, uma quantia estimada pelo juiz, apenas e tão somente para fins de cálculos das custas processuais e eventuais recursos, dos quais o Cruzeiro se utilizará.

Como é de conhecimento público, o passivo do Cruzeiro é elevado, conforme externado inclusive nas Demonstrações Financeiras Intermediárias, disponível no Portal de Transparência. As eventuais condenações trabalhistas não são surpresas para o Clube, que possui planejamento e mapeamento de todos os casos".

Dívida na Fifa

Rafael Sóbis atuou pelo Cruzeiro entre 2016 e 2018, período em que disputou 119 jogos e marcou 28 gols. 

Pela Raposa, o jogador conquistou o bicampeonato da Copa do Brasil em 2017 e 2018 e o Campeonato Mineiro de 2018. 

Apesar da contribuição em campo, a contratação do jogador junto ao Tigres, do México, acarretou em uma da série de pendências que a atual diretoria da Raposa tenta sanar junto à Fifa. 

Isso porque o clube mexicano ingressou com uma ação na entidade máxima do futebol, alegando que o Cruzeiro, então presidido por Gilvan de Pinho Tavares, não quitou o valor estipulado pela transferência. 

Em julho, o atual mandatário do clube estrelado, Sérgio Santos Rodrigues, afirmou que chegou a um acordo com o Tigres e que 90% dos mais de R$12 milhões que era devido, está sendo pago.