Na concentração em São Paulo, para o jogo desta quarta-feira (28), contra o Palmeiras, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o atacante Alisson assinou a renovação do seu contrato com o Cruzeiro, que iria até o final do ano que vem e foi prorrogado até 2021.

Uma das referências ofensivas do time do técnico Mano Menezes, o meia-atacante, de 24 anos, que foi revelado nas categorias de base do Cruzeiro, vive em 2017 sua temporada com maior presença em campo, pois as contusões musculares, uma marca da sua carreira, ainda não aconteceram neste ano. O máximo que ele teve foi um edema, mas que o tirou de apenas três jogos em abril.

No grupo principal do Cruzeiro desde 2012, quando fez sua estreia, mas com mais regularidade a partir de 2013, a temporada em que Alisson tinha mais atuado foi 2016, quando disputou 40 partidas.

Neste ano, ao lado do zagueiro Léo, foi quem mais entrou em campo, com 33 jogos. Na temporada, Alisson já deu quatro assistências e marcou três gols, sendo que ele tem sido decisivo principalmente neste início de Campeonato Brasileiro.

No início do mês, o Cruzeiro recebeu uma sondagem do Genoa, da Itália, que já tinha manifestado interesse em Alisson também no início do ano. Como os valores oferecidos pelos italianos não agradaram à diretoria celeste, ela seguiu no trabalho de renovar o contrato do meia-atacante, o que aconteceu ontem.