Cruzeiro aumenta jejuns: uma vitória em 18 jogos e oito partidas sem marcar gol

Lucas Borges
08/08/2019 às 00:03.
Atualizado em 05/09/2021 às 19:54
 (Vinnicius Silva/Cruzeiro)

(Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Segue o calvário do Cruzeiro na temporada. A derrota por 1 a 0 para o Internacional, nessa quarta-feira (7), no Mineirão, no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil intensificou a crise no clube, e aumentou dois incômodos jejuns que assolam a equipe celeste. O revés para o Colorado fez com que o time estrelado chegasse à incrível marca de apenas uma vitória em 18 jogos.

A última vez em que a Raposa saiu de campo com um triunfo foi no dia 11 de julho, quando bateu o Atlético por 3 a 0, no Gigante da Pampulha, no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil. Desde então, somando partidas pelo Campeonato Brasileiro, Taça Libertadores e pela própria Copa do Brasil, são quatro derrotas e quatro empates.

O péssimo rendimento fez com que o Cruzeiro fosse eliminado da Libertadores, entrasse na zona de rebaixamento do Brasileirão e se complicasse na busca por uma vaga na decisão da Copa do Brasil.

Jejum de gols

A fase ruim do time dentro de campo é refletida pelo incrível jejum de gols vivido pela Raposa. O confronto com o time gaúcho foi o oitavo seguido em que a equipe celeste não balançou as redes.

Mesmo com mudanças de esquema e de peças, o Cruzeiro segue com muitas dificuldades em criar oportunidades claras de gol. A última vez em que o time balançou as redes foi justamente no duelo de idas das oitavas da Copa do Brasil contra o Atlético.

Leia mais

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por