O vestiário do Cruzeiro começa a ter uma disputa acirrada. A briga, no entanto, não é só por uma posição no time titular, mas também pela playlist antes dos jogos. Foi assim o clima, por exemplo, nos minutos que precederam o triunfo por 1 a 0 sobre o Boa Esporte, no Melão, nesse domingo (4), pela sétima rodada do Mineiro, quando Rafael Sóbis investiu no rock como trilha sonora, para o “desespero” do funkeiro Marcinho.

Ao som de Guns N’ Roses – o cover para “Knockin' On Heaven's Door”, do Bob Dylan –, o Tio Sóbis ‘zoava’ o colega de equipe, que clamava pela troca de música. “Cada música que toca, ele faz assim (cara feia)”, comentava o avante, sobre o meia celeste.

 

Brincadeiras à parte, a veia roqueira do camisa 10 deu sorte, e o atacante foi o autor do gol da vitória, o primeiro dele nesta temporada.

Confiança

Nesta terça-feira (6), o volante Matheus Barbosa falou a respeito da importância do avante para o Cruzeiro.

“Sempre importante para um atacante estar fazendo gol. O Sóbis dispensa comentários. É muito bom tecnicamente e ajuda bastante o grupo. Primeiro gol, mas ele vinha ajudando na marcação e na criação. Fico feliz por ele ter feito o primeiro gol. E tenho certeza que muitos virão, porque tem muita qualidade e vai nos ajudar bastante”, comentou.

Rafael Sóbis foi o artilheiro da Raposa na última temporada, com seis gols, todos marcados na Série B.

Cruzeiro

Rafael Sóbis marcou seu primeiro gol na temporada diante do Boa Esporte