Dois pontos após a disputa das três primeiras rodadas fizeram o Cruzeiro flertar com a inédita eliminação na fase de grupos da Libertadores. Mas uma vitória sobre o Racing, nesta terça-feira, às 21h30, no Mineirão, garantirá ao time de Mano Menezes a primeira colocação do Grupo 5 e o direito de jogar a partida de volta das oitavas de final como mandante, contra um dos segundos colocados.

Mesmo que o primeiro lugar não venha, o que acontece em caso de empate ou derrota diante dos argentinos, a classificação à próxima fase, apesar de ainda não ser matemática, pode ser considerada assegurada, pois a combinação para que ela não aconteça é muito improvável.

O Cruzeiro só fica de fora das oitavas de final se perder para o Racing em casa e, simultaneamente, a Universidad de Chile vencer o Vasco, em Santiago, tirando uma diferença de 17 gols no saldo.

Portanto, o Grupo 5 chega à última rodada tendo em aberto apenas a briga pela primeira colocação da chave, entre Cruzeiro e Racing, e com Vasco e 'La U' disputando a terceira posição, que garante vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana.

Independentemente da posição que ocupar na chave, o Cruzeiro se manterá como único clube brasileiro, dentre aqueles que já disputaram a Copa Libertadores mais de uma vez, a nunca ter caído na fase de grupos.

Desde 1967, já foram 14 participações nessa etapa da competição, e a Raposa sempre seguiu em frente.

Leia mais:
Até logo? Convocado para a Copa, Arrascaeta pode se despedir do Cruzeiro diante do Racing