Estava longe de ser o desejado pelo torcedor cruzeirense, mas a participação do time no Módulo I do Campeonato Mineiro de 2020 será brigando pelo título do Troféu Inconfidência, que é disputado pelos times eliminados das semifinais da competição, mas que ficaram do quinto ao oitavo lugar.

Cruzeiro Patrocinense Troféu Inconfidência

Após o 0 a 0 no primeiro tempo, o Cruzeiro não teve dificuldade para fazer 3 a 0 no Patrocinense na etapa final

A vaga na “indesejada” final foi conquistada na tarde deste sábado (1) com a vitória por 3 a 0 sobre o Patrocinense, no Mineirão. O primeiro gol foi marcado pelo zagueiro Ramon, que chegou a se apresentar na Toca II no início da temporada, foi dispensado, pois o negócio tinha feito pela diretoria de Wagner Pires de Sá, mas depois retornou.

O segundo foi de Roberson, uma das contratações mais contestadas feitas pelo Conselho Gestor que dirigiu o clube até 31 de maio. Ele foi reserva, entrando na vaga do garoto Thiago na etapa final. E marcou seu primeiro gol com a camisa cruzeirense, assim como o zagueiro Ramon.

O terceiro serviu para colocar Maurício de forma isolada na artilharia do time na temporada, com 4 gols. E serviu para ele, destaque no início do ano, desencantar, pois passa por um momento ruim.

Maurício meia Cruzeiro

Ao fechar os 3 a 0 do Cruzeiro sobre o Patrocinense, Maurício assumiu a artilharia do Cruzeiro na temporada, com quatro gols

Alternativo

Depois de não conseguir com a Federação Mineira de Futebol (FMF) passar sua vaga, de quinto colocado, à URT, que foi a nona, o Cruzeiro mandou a campo uma equipe alternativa. Do time que venceu a Caldense na última quarta-feira, apenas os garotos Jadsom, Maurício e Stênio iniciaram a partida, que contou ainda com o retorno do zagueiro Léo.

Com problemas envolvendo exames para a Covid-19 na semana passada, o capitão cruzeirense ficou de fora dos dois últimos jogos do Cruzeiro.

O adversário cruzeirense, na próxima quarta-feira, às 19h, provavelmente no Mineirão, na decisão do Troféu Inconfidência, será decidido neste domingo (2), quando jogam Uberlândia e Boa Esporte, às 19h, no Parque do Sabiá. Em caso de empate no tempo normal, a decisão do classificado será por disputa de pênaltis.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO
Vitor Eudes; Filipe Machado, Léo, Ramon e Giovanni (João Lucas); Jadsom (Adriano) e Jean; Stênio (Welinton), Claudinho (Marco Antônio) e Maurício; Thiago (Roberson). Técnico: Enderson Moreira

PATROCINENSE
Thiago Passos; Emerson, Alex Moraes, Nilo e Igor Pereira; Wisley, Fernando Teixeira (Allan Patrick) Thiago Lima (Tatá) e Magalhães (Henrique); Rafael Gladiador (Gabriel) e Victor Rafael (Danielzinho). Técnico: Milagres

DATA: 1º de agosto
LOCAL: Mineirão
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: Semifinal do Troféu Inconfidência
GOLS: Ramon, aos 11, Roberson, aos 31, e Maurício, aos 36 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: André Luiz Bento, auxiliado por Fernanda Nadrea Gomes Antunes e Marcyano da Silva Vicente