Depois de 12 jogos de invencibilidade, sendo dez deles sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, o Cruzeiro voltou a ser derrotado na Série B do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (26), a Raposa foi superada pelo CSA, por 2 a 1, de virada, no Independência.

O revés deixou o Cruzeiro em situação extremamente complicada para pensar em acesso para a Série A. A desvantagem para o quarto colocado segue em 13 pontos, já que o CRB perdeu para o Avaí. Porém, agora restam 12 rodadas para o time de Luxemburgo tentar uma arrancada com aproveitamento próximo de 100%.

Além disso, a proximidade da zona de rebaixamento volta a ameaçar. Em relação ao Z-4, a distância cruzeirense é de apenas quatro pontos - considerando a distância para o Londrina. O Brusque sofreu punição de perda de pontos, mas cabe recurso, e, assim, a CBF ainda não a oficializou.

Cruzeiro

CSA impôs ao Cruzeiro o fim de uma invencibilidade de 12 partidas

Volta a BH
A partida deste domingo marcou o reencontro do Cruzeiro com a torcida belo-horizontina depois de dois jogos como mandante na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Embora tenha sido empurrado pela torcida no Independência, a equipe encontrou dificuldades para criar oportunidades de gol.

Aos 21 minutos, Felipe Azevedo teve boa chance para abrir o placar ao invadir a área e chutar com força, mas o goleiro Thiago Rodrigues conseguiu a defesa.

Já aos 40, Matheus Pereira cruzou do lado esquerdo, e Claudinho, na segunda trave, desviou para colocar o Cruzeiro em vantagem: 1 a 0.

Virada do CSA

O Cruzeiro foi para o intervalo com o placar favorável, mas não conteve a reação do CSA por muito tempo. Logo aos 4 minutos da etapa final, Gabriel lançou para Yuri, que, entre os zagueiros da Raposa, dominou e tocou na saída de Fábio: 1 a 1.

O empate já seria ruim para o time comandado por Vanderlei Luxemburgo, mas os alagoanos deixaram o cenário ainda pior. Aos 18 minutos, Iury Castilho completou cruzamento nas costas de Cáceres, virando o placar: 2 a 1.

No fim, o Cruzeiro ainda perdeu o atacante Rafael Sóbis, expulso por reclamação logo depois de receber o cartão amarelo.

Próximos compromissos
O Cruzeiro volta a campo nesta quarta-feira (29), às 19h, em Campinas. Já o CSA recebe a Ponte Preta, às 21h30, em Maceió.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1
Fábio; Rômulo, Léo Santos, Ramon e Matheus Pereira; Adriano (Giovanni), Rômulo (Marco Antônio) e Lucas Ventura (Ariel Cabral); Felipe Augusto (Vitor Leque), Thiago (Rafael Sóbis) e Claudinho
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CSA 2
Thiago Rodrigues; Cristovam, Matheus Felipe, Lucão e Kevyn (Éverton Silva); Geovane, Yuri (Silas) e Gabriel (Renato Cajá); Marco Túlio, Iury Castilho (Giva Santos) e Bruno Mota
Técnico: Mozart

DATA: 26 de setembro de 2021 (domingo)
LOCAL: Independência
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Anderson José de Moraes Coelho, todos de São Paulo
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
CARTÕES AMARELOS: Thiago, Ariel Cabral, Matheus Pereira, Rafael Sóbis e Cáceres (Cruzeiro); Cristovam (CSA)
CARTÃO VERMELHO: Rafael Sóbis
GOLS: Claudinho (Cruzeiro), aos 40 minutos do primeiro tempo; Yuri (CSA), aos 4, e Iury Castilho (CSA), aos 18 minutos do segundo tempo