cruzeiro, sergio nonato, wagner pires de sá

O presidente Sérgio Santos Rodrigues foi enfático e demonstrou forte emoção ao revelar em transmissão ao vivo no Youtube, na tarde desta quinta-feira, que o Cruzeiro prepara o pedido de expulsão do clube de três ex-dirigentes que ficaram marcados pela gestão temerária na Raposa entre 2018 e 2019: o ex-presidente Wagner Pires de Sá, o ex-diretor geral Sérgio Nonato e o ex-vice-presidente de futebol Itair Machado.

"Vamos fazer esse protocolo ao fim da live com imensa satisfação, mas muita tristeza tivemos que fazer esse pedido. Tristeza, porque relatar os fatos que aconteceram na última gestão, é de chorar. A falta de zelo que os senhores Wagner Pires de Sá e o Sérgio Nonato como conselheiros tiveram com a gestão do Cruzeiro Esporte Clube. Já falei com o presidente Paulo Pedrosa, vamos protocolizar lá, a exclusão, o banimento dos quadros do Cruzeiro dos senhores Sérgio Nonato e Wagner Pires de Sá. 

O anúncio ocorre um dia após o Hoje em Dia publicar que Wagner Pires de Sá, em sua defesa no processo que o Cruzeiro move contra ele, relatou litigância de má-fé do clube. Na ação que o departamento jurídico celeste move contra o ex-presidente, Itair Machado e a empresa Futgestão, ligadas ao ex-vice de futebol, também são citadas, em um pedido de bloqueio de quase R$ 7 milhões. 

"Esse senhor que veio ainda no processo na Justiça dizer que o Cruzeiro age com má-fe. Cruzeiro age com má-fé? Olhe no espelho, senhor Wagner, olhe no espelho para saber o que o senhor fez aqui dentro do Cruzeiro", mandou o recado.

Além do pedido de exclusão dos dirigentes dos quadros do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues disse que também pedirá para que sejam apagadas todas as referências de Wagner Pires de Sá no clube. 

"E vou além, estamos pedindo também para que todas as placas que façam menção a esse senhor que acabou com o Cruzeiro, sejam retiradas da sede. E que, inclusive no site, e que nunca mais conste o nome dele como ex-presidente do Cruzeiro, que conste 2018/2019 presidente expulso do Conselho Deliberativo. Tenho certeza que ao ler isso aqui, todos os conselherios vão votar dessa forma, e vão concordar com o que estamos pedindo. É isso que todo mundo quer", disse.

Para atingir o objetivo, o atual presidente conta com o apoio do Conselho Deliberativo. "Esses pedidos serão protocolizados, tenho certeza que essa também será uma reunião muito aguardada por nós e por toda a torcida do Cruzeiro. Como falei na segunda-feira, cada conselheiro é responsável por 20 mil torcedores, tenho certeza que a torcida quer, o Conselho quer e nós queremos que esses senhores sejam expulsos do clube e não passem nem na porta, porque é um absurdo e descaso o que eles fizeram no Cruzeiro em dois anos. Confiamos muito no trabalho da polícia e do MP e em breve boas notícias virão. Esses senhores serão expulsos para sempre, banidos do Cruzeiro Esporte Clube", finalizou.