O Cruzeiro informou nesta sexta-feira (16) que efetuou o pagamento de mais algumas de suas dívidas. As pendências eram referentes a Willian, Ramón Ábila e a comissão técnica de Paulo Bento. Juntas, somam cerca de R$ 11 milhões.

O clube celeste desembolsou a quantia de mais de R$ 9 milhões (precisamente R$ 9.229.057,22), além de multa e custos da Fifa no montante de R$ 328.107,03, relacionados à contratação do atacante Willian Bigode, junto ao Zorya, da Ucrânia.

Com isso, a diretoria celeste anseia pela anulação da sanção de transfer ban, a impossibilidade de registro de novos atletas.

O outro débito quitado tem relação com outro avante, o argentino Ramón Ábila. O Cruzeiro anunciou ter pago R$ 716.729,09 e multa de R$ 29.166.85. 

O clube também sanou a dívida que tinha com a comissão técnica do técnico português Paulo Bento. O valor foi de R$ 454.358,75, somado a R$ 58.333,69 de multa e custos do processo para a FIFA.

Cruzeiro

Uma das dívidas quitadas pelo Cruzeiro era referente a Willian (à esq.)