A lanterna ficou para trás, mas a zona de rebaixamento ainda é uma realidade para o Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro. O time ocupa a 17ª posição e pode cair para a 18ª se o CRB pontuar diante do Oeste, nesta quarta-feira (12), às 17h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Essa situação é fruto da perda de seis pontos em punição imposta pela Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa), pelo não pagamento de uma dívida referente ao empréstimo do volante Denilson, no segundo semestre de 2016. Não fosse isso, a equipe de Enderson Moreira seria líder da competição nos critérios de desempate.

Guarani Cruzeiro Série BCruzeiro venceu Guarani por 3 a 2, de virada, no Brinco de Ouro, em Campinas, e manteve os 100% de aproveitamento na Série B do Brasileiro, mas dentro da zona de rebaixamento por causa da punição da Fifa

O Juventude, do Rio Grande do Sul, é líder isolado da Série B neste momento com seis pontos. Assim como o Cruzeiro também venceu nas duas primeiras rodadas, mas seria superado pela Raposa no número de gols marcados (5 a 3).

Outro time que segue 100% na competição é o CSA, de Alagoas, que teve sua partida pela segunda rodada, contra a Chapecoense, em Chapecó, adiada por ter nada menos que 18 atletas com Covid-19.

O time alagoano poderia desbancar a campanha da Raposa no saldo de gols.

Em entrevista ainda durante a paralisação do futebol, mas com o time já treinando na Toca da Raposa II, o técnico Enderson Moreira revelou que o início cruzeirense na Série B seria convivendo com a zona de rebaixamento.

“Foi uma grande derrota que tivemos, na verdade, antes de o campeonato ser iniciado. Eu preciso ser muito claro e transparente com o torcedor, pois vamos conviver com a zona de rebaixamento por pelo menos umas quatro ou cinco rodadas, não há como escapar disso. Você olha para a tabela, e o Cruzeiro vai estar ali perto. Por mais que a gente consiga vencer os jogos, podemos ter um empate fora de casa, não conseguir um bom resultado. Precisamos ter tranquilidade para entender esse início”, afirmou o treinador celeste em entrevista à Rádio Itatiaia.

Realmente, a convivência com a zona de rebaixamento seguirá fazendo parte da vida do Cruzeiro nessas primeiras rodadas da Série B, mas a saída do grupo é praticamente certa em caso de vitória sobre o Figueirense, no próximo domingo (16), às 16h, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

arteCLIQUE PARA AMPLIAR