O clássico entre Cruzeiro e Atlético pelo Campeonato Mineiro feminino, inicialmente marcado para este sábado (21), às 15h, foi adiado.

A mudança se deu pelo fato de a Raposa ter mais um caso positivo para a covid-19, agora com a atacante Miriã, fazendo com que o time estrelado chegue a dez desfalques pela doença.

Com a situação, que faria com que a equipe celeste tivesse que jogar com uma atleta lesionada e com um goleira na linha, o Cruzeiro pediu a remarcação da partida, solicitação que foi aceita pelo Galo.

Ao Hoje em Dia, a coordenadora do departamento de futebol do alvinegro, Nina Abreu, confirmou o adiamento, afirmando que a decisão se deu em prol da saúde das atletas e demais envolvidos e que o clube "não poderia atravessar a rivalidade à frente de qualquer protocolo de prevenção".

Ainda segundo a coordenadora, as partes estão estudando uma nova data que seja melhor para todas as partes.

Os resultados dos testes de covid-19 que haviam sido realizados pelo Galo para o clássico terão os resultados divulgados nesta sexta.

Outros casos

Além de Miriã, o Cruzeiro tem as seguintes jogadoras diagnosticas com o coronavírus: as meias Carol Soares e Dedê, as laterais Eskerdinha e Janaína, a volante Capelinha, as zagueiras Mayara e Tatá e as atacantes Kim e Mariana Santos. 

De acordo com o clube estrelado, as atletas permanecem em isolamento, estão sendo monitoradas e passam bem, algumas assintomáticas e outras com sintomas gripais.

No último sábado, já com os outros nove casos de covid-19 confirmados, a Raposa enfrentou o Ipatinga - que também tem casos da doença no elenco - no Vale do Aço e empatou em 1 a 1, na estreia das equipes no Estadual.