O Cruzeiro terá que desembolsar cerca de R$ 1,8 milhão para saldar uma dívida envolvendo o jogador argentino Matías Pisano, junto ao Independente. A decisão é do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), que ratifica assim a resolução já tomada pela Fifa.

Adquirido em 2016, Pisano só ficou um ano no Cruzeiro. Pouco aproveitado, foi emprestado em 2017 para o SAnta Cruz e, logo depois, foi negociado com o Tijuana, do México

A dívida com o clube argentino é referente a duas parcelas em atraso, de março e junho de 2016.