O Cruzeiro conquistou mais uma vitória importantíssima na luta contra o rebaixamento. Jogando na Arena de Itaquera, a Raposa venceu o Corinthians por 2 a 1, neste sábado (19), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, e vai dormir fora de rebaixamento.

De quebra, o time estrelado encerrou um jejum de 25 jogos sem vencer longe de Belo Horizonte. A última vitória fora da capital mineira havia sido no dia 3 de junho de 2018, quando bateu o Ceará, por 1 a 0, no Castelão. Foi o primeiro triunfo do time comandado pelo técnico Abel Braga como visitante, neste Brasileirão. 

Os gols do time estrelado foram marcados por Fred, de pênalti, e Éderson. O lateral-direito Fágner havia aberto o placar para a equipe paulista.

Fred Cruzeiro

Com o triunfo, o time celeste chegou aos 28 pontos, e ocupa, momentaneamente a 16ª posição, fora da zona de rebaixamento.

A Raposa agora torce para que o Ceará e CSA não vençam na rodada para não voltar para o Z-4.

Ambas as equipes jogam na segunda-feira. O Vozão encara o Bahia, em Salvador, e o time alagoano vai enfrentar o Botafogo, no Rio de Janeiro.

O jogo

O Cruzeiro iniciou a partida tentando pressionar o Corinthians no seu campo de defesa, impondo muitas dificuldades para o adversário sair jogando.

Aos dois minutos, Gustavo teve a primeira oportunidade ao se antecipar a zaga da Raposa, após jogada de Fágner pela direita, e finalizar por cima de gol de Fábio

A primeira grande chance da equipe estrelada no primeiro tempo veio aos 34 minutos. Marquinhos Gabriel cruzou pela esquerda, e Fred, sozinho, de frente para o gol, mandou para a linha de fundo.

Quando mantinha a superioridade sobre o rival, o time celeste sofreu um duro golpe. Aos 33 minutos, Danilo Avelar cruzou pela esquerda, Gustavo disputou de cabeça e a bola sobrou para Fágner, na pequena área, que bateu cruzado, vencendo Fábio.  Foi o gol de número 11 mil na história do Corinthians.

Entretanto, a Raposa mostrou rápido poder de reação. No minuto seguinte, Marquinhos Gabriel aproveitou cruzamento pela direita, cabeceou em direção ao gol, e a bola bateu na mão do zagueiro Bruno Méndez. Com o auxílio do VAR, o árbitro Bruno Arleu de Araújo assinalou o pênalti.

Na cobrança, Fred bateu com categoria, no canto esquerdo de Walter e empatou a partida.

Um minuto depois, Thiago Neves bateu falta próxima a entrada da área, e o goleiro do Timão defendeu com segurança.

No último lance de perigo no primeiro tempo. Aos 47 minutos, Sornoza recebeu de Pedrinho, e arriscou de fora da área, levando perigo à meta de Fábio.

Segundo tempo

A primeira chance de gol na segunda etapa foi do Corinthians. Aos cinco minutos, Pedrinho aproveitou sobra de bola dentro da área, após cobrança de falta, e bateu firme no canto direito, e Fábio voou para fazer grande defesa.

Mais ativo no ataque, o Timão levou perigo novamente aos 19 minutos. O atacante Janderson fez jogada individual pela esquerda, e finalizou meio sem ângulo para a defesa do camisa 1 da Raposa.           

O Cruzeiro respondeu aos 22 minutos com Thiago Neves. O meia arriscou de fora da área, abola desviou em Marllon e quase encobriu o goleiro Walter.

No minuto seguinte, quase a virada. TN10 cruzou pela esquerda, Fred se esticou todo, chegou a encostar na bola, mas não o suficiente para direcioná-la para o gol.

O segundo gol do Cruzeiro veio de um lance curioso. Em disputa de bola no meio, Fágner bate na bola para trás e acha Éderson que havia acabado de se levantar após ficar caído no chão reclamando de dores. Como a bola partiu do jogador do Corinthians, o lance foi legal, não havendo impedimento.

Depois de ficar na frente do marcador, o time comandado pelo técnico Abel Braga controlou o restante da partida, e ofereceu poucos espaços para o adversário. 

FICHA DO JOGO

CORINTHIANS 1 X 2 CRUZEIRO

Motivo: 27ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Arena Corinthians, em Itaquera (SP)

Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha, todos do Rio de Janeiro

VAR: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Cartões amarelos: Bruno Méndez, Vagner Love e Fágner (Corinthians); Éderson (Cruzeiro)

Cartão vermelho: Fábio Carrille (Corinthians)

Gols: Fágner, aos 33 minutos do primeiro tempo (Corinthians); Fred, aos 37 minutos do primeiro tempo e Éderson, aos 25 minutos do segundo tempo (Cruzeiro)

Público pagante: 31.631

Público total: 31.882

Renda: R$ 1.529.296,10

CORINTHIANS
Walter, Fagner, Bruno Méndez, Marllon e Carlos Augusto; Ralf, Sornoza (Jadson), Pedrinho, Mateus Vital (Vagner Love) e Janderson; Gustagol
Técnico: Fábio Carille

CRUZEIRO
Fábio; Orejuela, Dedé (Cacá), Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Ederson, Robinho (Ariel Cabral) e Thiago Neves; Marquinhos Gabriel e Fred (Joel)
Técnico: Abel Braga