Menos de 12 horas depois da conquista do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro já estava num avião com destino à Venezuela, onde segue sua trajetória rumo ao tricampeonato da Libertadores, o objetivo principal do time na temporada. E a equipe, já classificada para as oitavas de final do torneio sul-americano, terá desfalques para o confronto com o Deportivo Lara, nesta terça-feira (23), às 17h (horário de Brasília), pela quinta rodada do grupo B.

Suspenso, o volante Lucas Romero não acompanhou a delegação no voo que aconteceu na manhã deste domingo. Quem também está fora da partida é o meia Robinho, poupado, assim como o atacante Raniel, ainda em recuperação de uma pancada na coxa esquerda.

Nome importante na final do Estadual contra o Atlético, o avante Pedro Rocha só poderá atuar na Libertadores a partir da próxima fase, pois não está inscrito na competição.

Líder da chave B da Libertadores, o Cruzeiro tenta garantir o primeiro lugar-geral da fase de grupos. Somente dois times, além da Raposa, venceram os quatro jogos que disputaram nessa etapa: os paraguaios Cerro Porteño e Libertad, que estão na ponta das chaves E e H, respectivamente.

“A responsabilidade é boa, e o Cruzeiro tem tradição nessa competição. O torcedor se identifica muito com ela. O está acostumado a jogá-la”, destaca o zagueiro Léo.